Dez grandes canções de Dominguinhos

Redação Publicado em 23/07/2013, às 20h05 - Atualizado às 20h05

Dominguinhos
Divulgação

“Eu Só Quero um Xodó”

Gilberto Gil fez grande sucesso quando gravou a parceria de Dominguinhos com Anastácia em 1974, e foi então que o sanfoneiro começou a ser reconhecido em todo o Brasil.


“Isso Aqui Tá Bom Demais”

Não importa que tipo de música você escute, não há brasileiro que não conheça o refrão deste sucesso feito em parceria com Nando Cordel.


“Sete Meninas”

Clássico essencial para qualquer baile de pé-de-serra, a canção feita com Toinho Alves não deixa dúvida quanto às virtudes do sanfoneiro como dançarino.


“De Volta Pra Aconchego”

Elba Ramalho foi quem popularizou esta outra importante parceria de Dominguinhos com Nando Cordel.


“Tantas Palavras”

Dominguinhos também teve Chico Buarque como parceiro por mais de uma oportunidade. Esta é uma delas, em 1984.


“Lamento Sertanejo”

Outro compositor muito próximo de Dominguinhos foi Gilberto Gil, que não apenas ajudou na popularização do trabalho do sanfoneiro como dividiu a autoria desta bela canção.


“Sem Saída”

Sem companhia da zabumba e do triângulo, o sanfoneiro também teceu belas melodias, como nesta parceria com Fausto Nilo.


“Fuga Para o Nordeste”

Além de grandes clássicos do cancioneiro brasileiro, Dominguinhos compôs inúmeros temas instrumentais, reunidos no disco Iluminado, de 2010.


“Abri a Porta”

Novamente com Gil, Dominguinhos sanfonou a otimista “Abri a Porta”, outro sucesso de sua carreira.


“Tenho Sede”

A seca no sertão também serviu de inspiração para Dominguinhos, que mesmo assim não deixou o chamego de lado: “Meu coração só pede o seu amor, se não me deres posso até morrer”.