Dez grandes momentos de James Brown

Redação Publicado em 03/05/2013, às 14h04 - Atualizado às 14h06

James Brown
AP

“Please Please Please”

A canção que lançou James Brown ao estrelato em 1956 sempre foi o ponto altos de seus shows. Aqui, Brown interpreta este clássico no TAMI Show, gravado em Santa Monica, em 1964. Era o momento do chamado ritual da capa, quando um dos membros do Famous Flames tentava cobrir em vão o cantor com a vestimenta.


“Night Train”

A canção que encerrou a participação de Brown no lendário TAMI Show (1964) é basicamente um instrumental. Ao vivo, o Godfather of Soul se superava, dançando com se estivesse possuído.


“I Feel Good (I Got You)”

Uma das marcas registradas da carreira de James Brown, a canção chegou ao Top 5 em 1965. Esta versão ao vivo foi gravada no programa de TV de Ed Sullivan, com James Brown na estica.


“Papa’s Got a Brand New Bag”

Outro grande hit de 1965, esta canção também avançou os horizontes musicais de James Brown, que já estava formatando o que viria a ser conhecido como funk. Esta versão foi gravada no programa de TV Shindig!.


"It's A Man's Man's Man's World"

A poderosa voz de James Brown também caía como uma luva em baladas dramáticas. Este hit de 1966 é uma divagação sobre a relação entre homem e mulher e sempre foi um dos pontos altos nas apresentações ao vivo do cantor. Aqui, ele mostra a canção no programa de Ed Sullivan.


“Cold Sweat Part 1”

O show que Brown fez no Boston Arena em 1968 foi histórico. O espetáculo foi transmitido pela TV e o cantor conseguiu que a população revoltada com morte de Martin Luther King Jr. não partisse para a violência. Aqui, ele interpreta o proto funk “Cold Sweat”.


"Say It Loud - I'm Black and I'm Proud"

James Brown causou muita controvérsia com esta faixa. Os negros a enxergavam como uma exaltação da raça. Já os conservadores achavam que ela poderia incitar a violência. Ironicamente, neste vídeo Brown canta a música no programa de TV Playboy After Dark para uma plateia branca.


O cantor e a banda J.B.’s, incluindo Bootsy Collins (baixo) e o irmão Catfish (guitarra) interpretam um medley com “Sex Machine”, “It's A Man's Man's Man's World”, “Soul Power” e “Get Up Get Into It Get Involved”. Essa verdadeira aula de funk vem de um programa da TV italiana.


Aqui, uma apresentadora de TV tenta discutir com o cantor os problemas pessoais dele. Com muito humor e cara de pau, Brown se esquiva ao responder as questões espinhosas, cantando e citando títulos de suas músicas. E no começo, ainda fala que vai para o Brasil, para se apresentar no Rio de Janeiro e em São Paulo.


“Living in America”

Esta faixa, que Brown lançou no filme Rocky IV, em 1985, foi um mega-hit e a última canção dele a chegar ao Top 40 norte-americano. Mas Brown teve pouco a ver com sua gênese e execução; tudo foi criado pelo falecido produtor e compositor Dan Hartman.