Dez viagens no tempo: de Harry Potter a De Volta para o Futuro

Redação Publicado em 07/08/2013, às 14h15 - Atualizado às 14h54

Viajar no tempo parece ser um dos grandes desejos de muita gente. Não só porque deve ser algo incrivelmente divertido e engrandecedor, mas também porque a ficção sempre incentivou aventuras do tipo. Veja a seguir dez exemplos.
Reprodução

Uma mudança no passado pode ter efeito catastrófico no presente. É a lição apreendida pelo personagem de Ashton Kutcher em Efeito Borboleta. O jovem tem a possibilidade de reviver, e alterar, aquilo que viveu através de diários escritos durante a infância e adolescência.
Outra lição deixada com trama de viagens no tempo. O personagem de Owen Wilson e alter-ego de Woody Allen visita cenários antigos da capital francesa em Meia-Noite em Paris e conhece ídolos como Picasso e Fitzgerald, mas no final descobre que a nostalgia faz parte do ser humano e que nenhuma época é melhor que a outra.
A mais icônica obra sobre viagens no tempo, De Volta para o Futuro coloca os personagens a bordo do famoso DeLorean DMC-12 turbinado atomicamente para levar Marty McFly ao encontro de antepassados 30 anos antes.
Outra famosa ficção com o tema é Exterminador do Futuro, de James Cameron, que mostra um ciborgue interpretado por Arnold Schwarzenegger em viagem ao passado para tentar alterar o destino da humanidade.
A engenhoca que batiza o filme A Máquina do Tempo (1960), foi uma das primeiras vistas no cinema com a função de viajar através dos anos e povoou a imaginação de gerações. Tanto que os personagens de Big Bang Theory fizeram questão de adquirir uma réplica em um episódio da primeira temporada.
Um astronauta viaja ao espaço na velocidade da luz e descobre depois que já se passaram mais de 2 mil anos. E pior. Ele desembarca no Planeta dos Macacos, onde quem manda são nossos ancestrais primatas e onde os humanos estão completamente dominados.
Em uma das fábulas mais clássicas da literatura inglesa, o personagem Ebenezer Scrooge, criado por Charles Dickens, se depara com fantasmas que o transportam para o passado, o presente e o futuro para demonstrar a importância do Natal e do espírito natalino. Conto de Natal inspirou diversos filmes – desde um curta-metragem em 1901 até uma versão dos Muppets em 1992.
Na escrachada comédia A Ressaca, quatro amigos são transportados para a década de 80 inexplicavelmente através de uma banheira em que mergulham depois de muitas bebidas. Encontram por lá doses cavalares de nostalgia.
Viajar no tempo é algo fácil para quem consegue derrotar aquele-que-não-deve-ser-nomeado. Hermione ganha de presente um objeto que permite a ela assistir mais aulas do que o normal, mas o item, claro, acaba ajudando Harry Potter a cumprir suas missões em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.
Se o quesito é viagens no tempo, difícil superar Doctor Who. Afinal, já são quase 50 anos de histórias do tipo, e não à toa o personagem é conhecido como “Senhor do Tempo”. O ator Peter Capaldi foi escolhido pelos produtores para ser o próximo a encarnar o cientista em episódios que vão ao ar a partir do ano que vem.