Dia do Rock: artistas falam sobre suas inspirações

Dinho Ouro Preto, Pitty, Nasi, Lúcio Maia, China, Lobão, Nevilton e Érika Martins contam quais bandas e cantores os motivaram a entrar para o mundo do rock

Por Fernanda Catania, Patrícia Colombo e Simone Bertuzzi Publicado em 13/07/2010, às 15h08

Pitty

Ver Galeria
(8 imagens)

Para algumas pessoas, o contato com o rock vem desde cedo: aquele LP do Led Zeppelin que rodava incessantemente no toca-discos do pai durante a infância, uma fita cassete do Chuck Berry que fazia a trilha sonora da família nas viagens... Se o conhecimento não vinha dos pais, acabava chegando pelos primos mais velhos, ou amigos do colégio já interados no assunto.

No caso de muitos artistas que fazem rock, foi o contato com determinadas bandas e cantores que propiciou a alteração no rumo de suas vidas, gerando o anseio por montar um grupo e, a partir daí, ter seu som nas rádios (e na internet, iPods, pen drives e tantos outros dispositivos que hoje propagam música). Neste 13 de julho, Dia Mundial do Rock, convocamos China (ex-Sheik Tosado), Lúcio Maia (Nação Zumbi), Lobão, Nevilton de Alencar (Nevilton), Dinho Ouro Preto, Pitty, Érika Martins (ex-Penélope) e Nasi (ex-Ira!) para contar à Rolling Stone Brasil quais ícones os motivaram a fazer (e viver do) rock.