DiCaprio, Gilberto Gil e mais pedem para Biden não aceitar acordo ambiental com Bolsonaro

Artistas assinaram carta para pedir que o presidente norte-americano não faça colaboração com Bolsonaro "até o desmatamento ser reduzido"

Redação Publicado em 21/04/2021, às 10h57

None
Montagem de Gilberto Gil (Fernanda Tiné), Jair Bolsonaro (Instagram/Reprodução) e Leonardo DiCaprio (Divulgação)

Na terça, 20 de abril, diversos artistas divulgaram uma carta aberta para pedir que o presidente norte-americano Joe Biden não aceite acordo ambiental com Jair Bolsonaro. Entre os signatários, estão nomes como Leonardo DiCaprio, Gilberto Gil e Katy Perry. As informações são do O Globo.

Desde que assumiu à presidência, Bolsonaro facilitou o desmatamento da Amazônia por meio do relaxamento de proteções ambientais, assim como o esvaziamento de órgãos de fiscalização. Assim, os Estados Unidos tentam, desde fevereiro, estabelecer uma colaboração com o Brasil para diminuir a destruição da floresta.

+++LEIA MAIS: Depois de seis anos, Amazônia bate recorde de desmatamento em março

No entanto, grupos indígenas e ambientalistas não são a favor da criação de um acordo, conforme noticiado pelo O Globo. Segundo os críticos, a colaboração entre os países legitimaria a gestão de Bolsonaro, responsável por destruir a Amazônia e violar direitos humanos.

A carta aberta a Biden divulgada na terça,20, mostra que os artistas apoiam a visão dos críticos ao acordo ambiental: "Nós apelamos ao seu governo para ouvir o pedido deles (indígenas e ambientalistas) e não se comprometer com nenhum acordo com o Brasil a esta altura."

+++LEIA MAIS: ‘De que lado você está: Amazônia ou Bolsonaro?’, questiona Mark Ruffalo ao divulgar vídeo sobre desmatamento

"Unimo-nos a uma coalizão crescente... ao fazer um apelo ao seu governo para rejeitar qualquer acordo com o Brasil até o desmatamento ser reduzido, os direitos humanos serem respeitados e uma participação significativa da sociedade civil ser alcançada," continua o documento.

Entre os signatários, também estão Joaquin Phoenix, Mark Ruffalo, Jane Fonda, Sigourney Weaver, Sônia Braga, Wagner Moura, Fernando Meirelles, Caetano Veloso e Philip Glass. Nem o Palácio do Planalto, nem representantes de Joe Biden responderam à carta.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro: 'É uma mentira essa história de que a Amazônia arde em fogo'


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL