DiCaprio quer trabalhar com Walter Salles

Ator cita vontade de ser dirigido por cineasta em entrevista a jornal brasileiro

Da redação Publicado em 28/11/2008, às 12h38

O ator Leonardo DiCaprio disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo desta sexta-feira, 28, que gostaria de ser dirigido pelo cineasta Walter Salles. "Queria trabalhar com outros estilos de direção no cinema, fora dos EUA. Adoraria trabalhar com Ang Lee, Alejandro Iñárritu e Walter Salles. Quem sabe eles não surjam com um projeto com algum lugar para mim?", disse, citando os três premiados diretores.

A mais recente produção de Salles, Linha de Passe, foi indicada à Palma de Ouro em Cannes neste ano. O festival premiou a protagonista do filme, Sandra Corveloni como melhor atriz.

A entrevista de DiCaprio foi concedida para promover a estréia do filme Rede de Mentiras, de Ridley Scott, nos cinemas brasileiros. O elenco ainda conta com Russell Crowe, já figura carimbada nas produções do cineasta - eles trabalharam juntos em Gladiador e O Gângster.

DiCaprio ainda elogiou os esforços brasileiros para conter o aquecimento global, tema de um documentário que ele dirigiu e que não estreou ainda no país. "Vocês são pioneiros. Se os EUA tivessem feito um terço do que vocês fizeram não estaríamos mais tão dependentes da exportação de petróleo. Quando eu filmava Rede de Mentiras, ficou claro que as guerras que estamos lutando têm tanto a ver com o combate ao terrorismo quanto com a necessidade de assegurar o abastecimento de petróleo. E a política energética do Brasil é um exemplo para todos. Estamos oito anos atrasados em relação a vocês", afirmou, se referindo ao governo de George W. Bush.