“Canto há 20 anos e foi como se tivesse que reaprender a cantar”, diz Diego Boneta sobre interpretar Luis Miguel

Ator de Rock of Ages e Rebelde comenta a responsabilidade do papel na produção da Netflix e fala sobre os fãs brasileiros

Fernanda Talarico Publicado em 23/04/2018, às 17h40 - Atualizado em 26/04/2018, às 14h59

O ator Diego Boneta no "tapete dourado" para a estreia da série Luis Miguel

Ver Galeria
(2 imagens)

Novelas mexicanas sempre foram um sucesso de audiência no Brasil e nomes como o do ator Diego Boneta se tornaram famosos em decorrência deste êxito de anos, principalmente pelo arrebatador RBD, grupo que nasceu de uma das maiores telenovelas do país e ganhou o coração de milhares de fãs brasileiros. Aos 27 anos, ele já passou por diversas produções de peso, como o filme Rock of Ages (2012), onde contracenou ao lado de Tom Cruise, Alec Baldwin e Catherine Zeta-Jones, e as séries Scream Queens e Pretty Little Liars. Em 2019, ele voltará para o cinema com o reboot de O Exterminador do Futuro; já para a TV, ele retorna com a responsabilidade e prestígio de protagonista, interpretando Luis Miguel na série homônima que estreia nesta segunda, 23, na Netflix.

A produção, situada no México, é baseada na vida do cantor Luis Miguel, também conhecido como El Sol de México. Atualmente com 47 anos, Miguel é um ícone da música mexicana, tido como uma superestrela, mas pouco se sabe da sua história. Há muitas polêmicas envolvendo a vida do cantor, como o desaparecimento da mãe e o relacionamento conturbado com o pai, que também era seu empresário.

Luis Miguel se diferencia de qualquer outro título já feito sobre a vida do músico, pois, pela primeira vez, o artista autorizou e acompanhou a produção. “Ele estava envolvido nas gravações e o fato de ele ter aprovado e trabalhado perto dos escritores era ótimo”, diz Diego Boneta, em entrevista à Rolling Stone Brasil. Sobre existir uma possível reclamação de Miguel sobre o trabalho de Boneta, ele disse aliviado: “Nós nos conhecemos um pouquinho antes das filmagens e ele estava muito envolvido, esse medo a gente não tinha.”

Para o ator, os medos eram outros. “Eu fiquei com os nervos à flor da pele”, conta, sobre a experiência de viver alguém tão importante e de quem ele é tão fã. “Sempre soube que era uma grande responsabilidade e um grande desafio”. Não foi a primeira produção em que Boneta cantou – ele já tinha feito Rebelde e Rock of Ages, mas como conta, nada tinha sido como Luis Miguel. “Eu cantei todas as músicas da série e tive que gravar todas no mesmo tom que o Luis Miguel canta, foi a primeira vez que fiz isso. Em Rock of Ages, um musical da Brodway, com músicas do Journey, por exemplo, eu não tinha soar como os cantores originais, apenas parecer eu mesmo”, conta. “Eu canto há 20 anos e foi como se eu tivesse que aprender a cantar novamente”. Sobre a dificuldade de representar Luis Miguel, o ator ainda fez uma comparação com a música brasileira: “Foi mais ou menos como se eu tivesse que cantar algo do Roberto Carlos. Tive que fazer com muito respeito e fiz o melhor que eu pude”.

Para Boneta, o apelido de O Sol do México faz jus à pessoa de Luis Miguel. “Ele é uma junção de Frank Sinatra com Elvis Presley”. “Quando ele era mais novo, era o Elvis, até porque foi assim que ele aprendeu, com o pai dele o fazendo assistir a vídeos. Quando cresceu, ele se tornou o Frank Sinatra”. Luis Miguel é um fenômeno e, segundo Boneta, não é apenas no México. “Ele é conhecido em toda a América Latina”, sugere. “É também um artista que tem muita credibilidade e talento, ou seja, você pode não gostar da música dele, mas você não pode negar o quão bom ele é e o quão inacreditável é a voz dele. Você nunca escutará alguém dizer que Luis Miguel é um cantor ruim.”

Diego fala um pouco de português, quase nasceu em São Paulo – no bairro dos Jardins – e diz que o Brasil é o segundo país que mais o conhece no mundo, ficando apenas atrás do México, seu país natal. A passagem pela novela Rebelde rendeu a ele uma legião de fãs brasileiros que o acompanha até hoje: “Amo como os fãs do Brasil são apaixonados! Eles falam comigo ainda, são muito leais”. Em 2016, ele esteve no elenco do filme Pele: o Nascimento de uma Lenda, como José, aproximando-o ainda mais da cultura brasileira.

O primeiro episódio de Luis Miguel já está disponível na Netflix. A partir da próxima semana, todos os episódios serão lançados aos domingos, às 23h. A alteração da data de estreia aconteceu em decorrência do debate presidencial mexicano. Nos Estados Unidos e Porto Rico, a série pode ser assistida pelo Telemundo.

Veja o trailer de Luis Miguel abaixo.