Dilma, por Celso Kamura

Menos "bruta", "gorda" e "arrogante", Dilma Rousseff ganha novo visual pelas mãos do hair stylist

Por Rodrigo Barros Publicado em 19/05/2010, às 11h06

A pré-candidata à presidência da República, Dilma Rousseff, 62, está mais uma vez de cara nova. Na epopéia dos últimos dois anos, a mineira passou por diversas transformações. Dilma já apareceu nas TVs e nos jornais de tudo o que foi jeito: cabelo curto, encrespado, alisado, de peruca, quando do tratamento contra um câncer no sistema linfático; tudo tão rápido que parece ao mesmo tempo. Trocentas mudanças.

Agora, convidado pelo marketeiro João Santana para renovar o visual da ex-ministra-chefe da Casa Civil, o hair stylist Celso Kamura é o responsável pelo novo look da petista. "Trabalho com a Marta Suplicy há mais de dez anos, e na última eleição tinha conhecido o João. Foi por isso que ele se lembrou de mim", diz. Kamura é o queridinho de celebridades e personalidades como Gianne Albertoni, Grazi Massafera, Ana Hickmann, e até a embaixatriz da França, Rosária Amaral.

"Ele não me pediu nada em especial. Deu algumas dicas sobre a personalidade dela e como ela era. Mas, sobre o look mesmo, não sinalizou nenhuma direção". E o novo trabalho, desta vez, com a pré-candidata presidencial, o deixou preocupado. "Fiquei bem tenso de vir à Brasília cortar o cabelo dela", revelou. "Pensei que fosse uma mulher diferente do que eu a imaginava. Fria. Sei lá. Mas, na hora, foi superagradável. Ela acatou a tudo que sugeri. Foi bem fácil e até me surpreendeu."

Em Brasília, após preparar Dilma Rousseff para uma sessão de fotos nesta terça-feira, 18, Celso Kamura atendeu com exclusividade a Rolling Stone Brasil.

Você se sente lisonjeado em trabalhar agora com uma pré-candidata presidencial?

Eu adoro criar o visual das pessoas. É uma de minhas características. Portanto, as pessoas que vão cortar o cabelo comigo esperam uma mudança. É isso que gosto de fazer. Me empolgou, por achar que ela era uma mulher "bruta" pra eu trabalhar. Se aceitasse minhas sugestões, ficaria bem. Acho que o resultado foi bacana. Então, primeiro pensei nesse lado meu, mesmo, de criar um look para uma pessoa. E fazer isso com uma pessoa pública é tenso. Mas, fui na minha. "Vou fazer o meu trabalho", pensei. Acredito que o resultado foi bom. E depois vem a recompensa, quando as pessoas gostam. É bacana.

Então foi como lapidar uma joia bruta?

Peguei uma pessoa "bruta", no sentido de ser limpa. Eu teria muito o que fazer. Tinha que dar um look pra ela, pois estava muito sem personalidade. Achava que aquele cabelo que ela usava e aquela maquiagem não diziam quem era a mulher. Era sem personalidade. Não era ela, realmente.

Você tinha essa impressão da imagem de Dilma na TV e nos Jornais. Essa relação mudou sua forma de entendê-la?

Minha opinião sobre ela mudou, e acho que a opinião dela sobre beleza também mudou. Isso foi o mais bacana.

E o que foi feito?

Cortei o cabelo dela curto e tirei a lateral e a parte de trás que a deixava gorda. Desfiei bem a lateral e a nuca e projetei o volume para a parte de cima, para fazer com que a imagem dela ficasse mais longilínea, mais fina.

Foi o primeiro corte?

Já tinha cortado o cabelo dela na última sexta-feira. Hoje ela tinha umas fotos para fazer. Foi uma nova oportunidade.

Como ficou a maquiagem?

A maquiagem é mais leve, mais bacana. A sugestão era maquiar mais os olhos. Ela sempre teve os olhos quase sem maquiagem. E o "maquiar mais os olhos" foi muito simples: contornar os olhos com mais de preto para dar um olhar mais forte. Ficou mais bonita.

E as sobrancelhas?

A sobrancelha dela tem uma arqueada, que eu falo que dá à mulher uma certa arrogância. Então eu tirei na parte de cima, para o olhar ficar mais normal, mais suave, sem o ar de arrogância. Mas a mudança foi sutil. Acho que ela se transformou, ficou com uma aparência de seriedade e com uma personalidade mais forte. Ou seja, é o cabelo curto, com o volume pra cima que deixa o rosto mais fino, e a maquiagem com o olhar mais forte.

Você passa a atendê-la a partir de agora?

Ela já tem uma cabeleireira oficial. Mas acho que em algumas coisas mais publicitárias, como filmes, por exemplo, eu devo ser chamado.

Como ficou o antes e o depois, em sua opinião?

Ela está simplificando o look para melhor. As roupas estão mudando. E é muito simples mudar o visual. A maquiagem e o cabelo ficaram mais fáceis de arrumar. A maquiagem só precisa de um lapisinho, que já faz a diferença. Ela simplificou e ficou mais bonita.

É o começo de uma nova amizade?

Acho que sim. Ela é muito simpática.

O novo look vai agradar ao público?

Para as pessoas que têm bom gosto, sim. Com certeza.

Vai fazer inveja?

Eu espero que vire moda. Todo mundo de Carolina Herrera.