Dilma Rousseff se pronuncia sobre a morte de Hugo Chávez

“Lamento como presidente e como uma pessoa que tinha por ele um grande carinho”, afirmou ela

Redação Publicado em 05/03/2013, às 20h18 - Atualizado às 20h21

Dilma Rousseff e Hugo Chávez
AP

Dilma Rousseff se pronunciou sobre a morte de Hugo Chávez, presidente da Venezuela, durante a abertura do 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, em Brasília. “Hoje, lamentavelmente e com tristeza, eu digo para vocês que morreu um grande latino-americano”, começou a presidente do Brasil. “Essa morte deve encher de tristeza todos os latino-americanos e os centro-americanos. Foi sem dúvida uma liderança comprometida com o seu país e com o desenvolvimento dos povos da América Latina.”

Dilma também lembrou que, apesar das boas relações dos governos brasileiro e venezuelano, havia discordâncias. “Em muitas ocasiões, o governo brasileiro não concordou integralmente com o governo Chávez, mas reconhecemos a perda de uma grande liderança, e sobretudo, de um amigo do Brasil.”

“Lamento como presidente e como uma pessoa que tinha por ele um grande carinho”, continuou Dilma, dizendo ainda que Chávez era “generoso com todos aqueles que precisavam dele”. Ela propoz um minuto de silêncio, que foi seguido por aplausos.

Hugo Chávez morreu nesta terça, 5, aos 58 anos, após meses de luta contra um câncer na região pélvica.