Diretor Colin Trevorrow revela tristeza por deixar Star Wars e mostra nave feita com filho de nove anos: ‘Corações partidos’

Cineasta seria responsável pelo roteiro e direção de A Ascensão Skywalker

Redação Publicado em 24/07/2020, às 11h30

None
Daisy Ridley em Star Wars: A Ascensão Skywalker (foto: reprodução Lucasfilm)

Colin Trevorrow lamentou a saída do projeto Star Wars: A Ascensão Skywalker durante o painel virtual da Comic Con. Durante uma conversa sobre projetos descontinuados, o diretor também mostrou uma nave feita ao lado do filho de nove anos. As informações são do site Jovem Nerd.

Durante a conversa ao lado dos diretores Robert Rodriguez e Joseph Kosinski, Trevorrow comentou sobre a experiência na franquia de Star Wars. “Sempre tive muita sorte. Os filmes que eu dirigi, o caminho que eu queria seguir era o mesmo do que o caminho que todos os envolvidos queriam seguir”, contou. “E é totalmente possível que pessoas vejam dois caminhos completamente diferentes”. 

+++ LEIA MAIS: Animação mostra a versão ‘original’ de Star Wars: A Ascensão Skywalker de Colin Trevorrow - e parece incrível

O diretor contou que as discordâncias podem se tornar “algo traumático” por envolver um projeto muito querido, com o qual “se importa tanto e em que investiu tanto”. “Essa é uma das coisas que você aceita quando decide fazer parte de qualquer papel em filmes, especialmente quando se torna um contador de histórias”, continuou. “Vai haver corações partidos, desapontamentos devastadores e vitórias também, e esperamos que isso se equilibre no fim”. 

Trevorrow mostrou uma nave TIE Marauder criada para a franquia ao lado no filho de nove anos de idade. "Uma memória maravilhosa para mim", disse o diretor.