Diretor de Duro de Matar revela se filme é de Natal ou não

O cineasta John McTiernan também falou sobre a política dos EUA

Redação Publicado em 17/12/2020, às 09h13 - Atualizado às 11h16

None

Desde o seu lançamento em 1988, o filme Duro de Matar  tem feito os fãs se questionarem se o clássico de ação estrelado por Bruce Willis pode ser considerado um longa de Natal ou não. Mas, o diretor John McTiernan resolveu acabar com a discussão revelando que sim, é um filme natalino. 

"Não tínhamos a intenção de que Duro de Matar fosse um filme de Natal, mas a alegria que veio dele é o que o transformou em um filme de Natal", explicou o cineasta em recente entrevista em vídeo divulgada pelo American Film Institute. 

+++LEIA MAIS: 10 maiores vilões do Natal nos cinemas

Na conversa, McTiernan ainda expandiu o tema do filme para a política atual dos EUA: "Minha esperança no Natal deste ano é que todos vocês se lembrem de que os autoritários são homens de baixo status, raivosos que procuram pessoas ricas e dizem: 'Se você nos der poder, vamos garantir que ninguém pegue as suas coisas'". 

+++LEIA MAIS: Bruce Willis participou de Friends para pagar uma aposta - e ganhou um Emmy por isso

Ele continuou: "Suas obsessões com armas, botinas, uniformes e carros de guerra, todas essas coisas que eles acumulam com o poder pretendem nos assustar, pretendem nos calar para que não os chutemos para fora da estrada e para que pessoas decentes do mundo continuem construindo um futuro". 

+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL