Diretor de fotografia de Coringa teve medo que Joaquin Phoenix fosse ‘longe demais’: ‘Por causa de Heath Ledger’

Lawrence Sher ficou apreensivo com o processo de interpretação e caracterização do protagonista

Redação Publicado em 07/02/2020, às 10h00

None
Coringa. (Foto: Reprodução)

O diretor de fotografia de Coringa, Lawrence Sher, revelou que ficou preocupado com Joaquin Phoenix e os possíveis efeitos que o processo de interpretação de Arthur Fleck poderia causar no astro.

O filme de Todd Phillips apresentou uma nova versão do vilão de Gotham e conquistou o público com o drama psicológico e o retrato crítico sobre os problemas sociais e familiares, que resultam no surgimento de psicopatas e serial killers.

+++LEIA MAIS: Detalhe encontrado em Coringa indica que tudo não passa de um sonho de Arthur Fleck

De acordo com o site Cinema Blend, o cineasta ficou apreensivo ao imaginar como seria dar vida à um personagem louco e levar em consideração o fim trágico de Heath Ledger, que sofria de depressão e morreu de overdose antes mesmo da estreia de Batman: O Cavaleiro das Trevas .

"Ninguém nunca me perguntou isso, mas [acho] que um pouco. Eu pensei [que foi demais] por causa do Heath e o que aconteceu antes do lançamento do filme. Foi como um pequeno pedaço na minha cabeça apenas preocupado com quando as pessoas levam uma coisa profundamente [e] são um personagem que tem a loucura dentro dele. Como isso afeta eles?"

+++ LEIA MAIS: Com 11 indicações, Coringa já é o filme de HQs mais celebrado da história do Oscar; veja

De fato, Phoenix passou por um processo de caracterização e interpretação intenso, no qual perdeu mais de 20 quilos e admitiu ter sido afetado psicologicamente pela rígida dieta. E a transformação corporal tanto causou preocupação entre a equipe de produção.

"Eu apenas queria dar um sanduíche para ele, porque ele perdeu tanto peso. eu estava um pouco preocupado com a saúde dele", disse o cineasta. 


+++ ELTON JOHN VAI LEVAR O OSCAR? CONHEÇA OS INDICADOS PARA MELHOR CANÇÃO ORIGINAL