Pulse

Diretor de Moonlight, Barry Jenkins adaptará romance de James Baldwin no próximo filme

O cineasta, vencedor do Oscar de Melhor Filme, fará longa baseado em If Beale Street Could Talk, de 1974

Rolling Stone EUA Publicado em 11/07/2017, às 11h42 - Atualizado às 14h42

Barry Jenkins

Ver Galeria
(3 imagens)

O diretor Barry Jenkins dará sequência a Moonlight: Sob a Luz do Luar, vencedor do Oscar de Melhor Filme, com uma adaptação do romance de 1974 de James Baldwin, If Beale Street Could Talk. Segundo a Variety, a produção do projeto está nas mãos de Annapurna e Plan B, mesma empresa de Moonlight.

Jenkins escreveu o roteiro da adaptação com o apoio do espólio de Baldwin, em 2013, na mesma época em que ele escreveu Moonlight. Assim como o livro, o filme acompanha Tish, uma mulher grávida do Harlem, em Nova York, que se dedica a provar a inocência do noivo dela, Fonny, após ele ser falsamente acusado de estupro.

LEIA TAMBÉM

Oscar 2017: após confusão, La La Land perde Melhor Filme para Moonlight

[Crítica] Bela experiência cinematográfica, Moonlight explora busca de identidade

Diretor de Moonlight vai comandar minissérie sobre fuga de escrava

“Traduzir o poder do amor de Tish e Fonny para a telona à imagem de Baldwin é um sonho que eu tenho há muito tempo”, Jenkins disse em um comunicado. “Trabalhando ao lado do espólio de Baldwin, eu fico feliz em finalmente poder realizar esse sonho.”

A irmã de Baldwin, Gloria Karefa-Smart, disse que a família está “feliz em confiar” em Jenkins para a adaptação, após ficarem “muito” impressionados com o filme de estreia dele, Medicine for Melancholy (2008).

Jenkins também está trabalhando em uma adaptação em formato de minissérie do livro best seller de Colson Whitehead, The Underground Railroad (2016), para a Amazon. A produção mostrará a jornada de Cora, uma escrava fugitiva que procura liberdade após escapar de um engenho no estado norte-americano de Geórgia.

Moonlight: Sob a Luz do Luar teve um total de oito indicações no Oscar deste ano. Jenkins foi indicado a Melhor Diretor e ganhou a estatueta de Melhor Roteiro Adaptado.