Diretor de Os Novos Mutantes não se sente pressionado pois 'só dá para ir para cima depois de Fênix Negra'

Depois de ser adiada por conta do Covid-19, estreia do filme está indefinida

Redação Publicado em 19/03/2020, às 11h44

None
Novos Mutantes reunidos em cena do filme (Foto: Reprodução/Fox)

Por mais que Novos Mutantes tenha sofrido diversos problemas, como vários adiamentos, reescritas do roteiro e refilmagens, o diretor do filme, Josh Boone, não se sente sob pressão com a performance do filme, tanto na crítica quanto no público.

Em entrevista ao Empire, Josh Boone admitiu não se sentir pressionado, pois, para ele, não tem como ter resultados piores que X-Men: Fênix Negra (2019): "Olha, só dá para ir para cima depois de Fênix Negra. Isso não quer dizer nada de ruim sobre as pessoas envolvidas [no filme], mas era o que era". O diretor disse isso pois Fênix Negra arrecadou apenas US$ 246,3 milhões na bilheteria mundial e recebeu 23% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes.

+++LEIA MAIS: Personagem brasileiro de Novos Mutantes gera polêmicas nas redes sociais; entenda

Ao final, Boone falou: "Honestamente, sinto menos pressão agora do que antes da [primeira data prevista para o lançamento]. Porque testamos nosso filme tantas vezes e o público adorou".

Em Novos Mutantes, cinco jovens mutantes descobrem o alcance de seus poderes e precisam lidar com traumas do passado. No entanto, eles são mantidos presos contra a vontade em uma instituição controlada pela Dra. Cecilia Reyes, que promete controlar as habilidades do grupo, mas nada é o que parece.

Devido ao surto de coronavírus, a estreia do filme foi adiada mais uma vez e, por enquanto, não ganhou outra data. Rumores apontam que Novos Mutantes será lançado diretamente no streaming, no Disney+ ou Hulu, ambos propriedades da Disney


+++ GUNS N' ROSES: 11 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A BANDA