Diretor vencedor do Oscar, Steven Soderbergh confirma aposentadoria

“Acho que filmes hoje não são mais tão importantes”, diz cineasta de Traffic e Onze Homens e Um Segredo

Redação Publicado em 30/01/2013, às 14h16 - Atualizado às 14h21

Diretor Steven Soderbergh anuncia que se aposentará do cinema
AP

Não é de hoje que o diretor vencedor do Oscar Steven Soderbergh dá sinais de que gostaria de se afastar de Hollywood. Em 2011 ele já havia revelado seus planos, mas continuou dirigindo longas desde então. Agora, segundo afirmou em entrevista à revista New York, é definitivo – Soderbergh se aposentou.

Resenha: Magic Mike vai além do “guilty pleasure” - Filme de Steven Soderbergh conta com Channing Tatum no papel principal

“O pior em fazer filmes – principalmente nos últimos cinco anos – é como os diretores são maltratados”, revelou o cineasta, de 50 anos. Segundo ele, as pessoas que financiam os projetos não dão mais a liberdade necessária à classe. “A verdade é que quando eu era criança existia uma divisão: o respeito era dado a pessoas que faziam grandes filmes e a pessoas que faziam filmes que ganhavam muito dinheiro. Hoje essa divisão não existe mais: são apenas pessoas fazendo muito dinheiro.”

O cineasta ainda apontou que os principais motivos que levaram à mudança são culturais, principalmente pelos novos hábitos do público. “Eu acho que a audiência de filmes que eu sempre gostei hoje migrou para a televisão”, diz. “Apenas acho que filmes hoje não são mais tão importantes.”

Soderbergh começou a dirigir filme nos final da década de 80, mas foi no ano de 2000 que venceu o Oscar de Melhor Diretor pelo trabalho em Traffic. Esteve à frente de Onze Homens e Um Segredo e de suas duas sequências, e lançou seu último longa, Magic Mike, no fim do ano passado.