Pulse

Disney quebra lei da Coreia do Sul ao exibir Frozen 2 em 88% das telas de cinema

Segundo organização, estúdio quer arrecadar muito dinheiro em pouco tempo - e deu certo, pois país é a terceira maior bilheteria da animação

Redação Publicado em 02/12/2019, às 19h47

None
Frozen 2 (Foto: Reprodução / Disney)

Frozen 2, animação da Disney, quebrou leis de truste e monopólio da Coreia do Sul ao ser exibido na maioria das telas de cinema do país - 88% do total, informa o Hollywood Reporter. 

O Comitê de Bem Estar Público coreano apresentou, neste final de semana, uma reclamação a Walt Disney Company local. Como explicou o comitê, a dominância de telas vai contra a lei antitruste do país.

+++ LEIA MAIS: Demônios, mortes e alucinações: a verdadeira história de Frozen, da Disney 

A organização afirma que, ao ocupar mais de 50% das telas de cinema, a Disney impôs um monopólio para “alcançar muita renda em pouco tempo, restringindo o direito de escolha do consumidor.”

E, de fato, Frozen 2 já arrecadou US$ 61,2 milhões na Coreia do Sul - o número só é menor do que nos EUA e na China, os dois países que mais consomem cinema.

+++ LEIA MAIS: Elsa não é a primeira personagem LGBTQ+ da Disney, diz atriz de Frozen 2: "E Mulan? Ou Hércules?" 

Frozen 2 chega aos cinemas brasileiros no dia 2 de janeiro de 2020. Antes disso, terá uma pré-estreia oficial na CCXP19.

 +++ TRÊS DICAS PARA NÃO SER UM 'SACO DE VACILO', POR HOT E OREIA