Documentário de Billie Eilish revela detalhes sobre namoro secreto da cantora - e por que o terminou

The World's A Little Blurry traz os bastidores do relacionamento da artista com o rapper 7: AMP

Marina Sakai | @marinasakai_ (sob supervisão de Isabela Guiduci) Publicado em 26/02/2021, às 16h28

None
Billie Eilish (Foto: Scott Dudelson/Getty Images)

O documentário de Billie Eilish,The World’s A Little Blurry (2020), estreou no Apple TV+ nesta sexta, 26. Além de mostrar a trajetória da cantora desde o primeiro hit, Ocean Eyes,” até o Grammy 2020, também deu ao público o primeiro contato oficial com o relacionamento dela com o rapperBrandon Quention Adams, conhecido como 7: AMP.

Adams aparece no filme pela primeira vez em 2018, quando Eilish tinha 16 anos - e é vista o abraçando. Logo após, no aniversário de 17 anos da artista, os dois patinam no gelo e ela confessa os sentimentos por ele pelo telefone.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish revela que gravou o segundo disco na quarentena

A partir de então, os problemas do namoro se intensificam. Antes de um show em Paris, Eilish diz estar muito solitária no Valentine’s Day e gostaria de ter Adams por perto, porque ele estava distante e Billie se sentia “muito triste.”

Dois meses depois, ela é filmada dizendo ao irmão, Finneas O’Connell: “Eu disse a ele, ‘Eu vou te comprar ingressos [para o Coachella] e você vai passar tempo comigo. Você precisa me ver se vou te deixar entrar de graça.’”

+++LEIA MAIS: Billie Eilish se emocionou ao ver documentário sobre a própria vida

Após o show no festival, Eilish não se sentiu bem com a apresentação e ligou para Adams na tentativa de vê-lo, e ele aparentemente respondeu: “Vou tentar.” A cantora desliga e joga o celular no chão.

Ainda, Eilish revela à amiga de infância, Zoe, que Adams quebrou a mão ao socar uma parede e quer levá-lo para terapia por conta dos comportamentos autodestrutivos. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Em junho de 2019, nos bastidores de um show em Nova York, a artista confessa o término com o rapper. “Eu não estava feliz. [...] E tem essa falta de esforço, eu acho. Eu estava literalmente falando ‘Cara, você não tem amor suficiente para se amar, você não pode se apaixonar por mim. E você não me ama. Você só acha isso,’” diz Eilish no documentário.

Naquela noite, a cantora chorou cantando “I Love You,” uma das faixas mais comoventes do disco de estreia de 2019. No Capital Breakfast, programa de rádio inglês, diz se arrepender de qualquer demonstração pública nos relacionamentos. “E se der errado? Então, todo mundo tem essa opinião sobre seu namoro e eles não fazem ideia da situação real. Não me interesso em tornar esses assuntos públicos,” explicou.

+++LEIA MAIS: Billie Eilish pede proteção judicial contra homem que a está perseguindo

Apesar do término, Eilish e Adams parecem ter uma relação boa. O rapper postou uma foto da cantora em dezembro de 2019 para desejá-la um feliz aniversário.


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL