Documentário Mataram Meu Irmão vence festival É Tudo Verdade

Mostra agora passa por Brasília, Campinas e Belo Horizonte

Redação Publicado em 15/04/2013, às 11h56 - Atualizado às 12h07

A Máquina que Faz Tudo Sumir
Reprodução

Depois que durante duas semanas os documentários invadiram as programações dos cinemas paulistanos e cariocas, chegou ao fim o festival É Tudo Verdade. Na noite deste sábado, 13, foram anunciados os vencedores da mostra.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Mataram Meu Irmão, do cineasta Cristiano Burlan, foi o vencedor na categoria Melhor Documentário Brasileiro de Longa ou Média-Metragem do Júri Oficial, que premiou entre os curtas brasileiros o trabalho de Aly Muritiba em Pátio. Em Busca de Iara, de Flavio Frederico, e Sanã, de Marcos Pimentel, foram lembrados em menções honrosas.

Entre os concorrentes internacionais, o longa vencedor foi A Máquina que Faz Tudo Sumir (foto), de Tinatin Gurchiani, da Geórgia, e o curta espanhol Uma História para os Modlin, de Sergio Oksman. Receberam menção honrosa o israelense Uma Vez Entrei Num Jardim e o finlandês A Filha do Inverno Silencioso.

A 18ª edição da mostra agora viaja a Brasília e Campinas. Em agosto, os filmes serão exibidos em Belo Horizonte.