Documentário que acusa Michael Jackson de abusar sexualmente de dois meninos estreia em 2019

Leaving Neverland deve estrear na edição deste ano do cultuado festival de Sundance

Redação Publicado em 10/01/2019, às 09h36

None
Michael Jackson (Foto:AP Photo/Cliff Schiappa)

Leaving Neverland, documentário que aborda as acusações de que Michael Jackson abusava de meninos deve estrear na edição de 2019 do cultuado festival de Sundance.

O longa terá como foco duas vítimas do cantor, que contarão o que de fato aconteceu e como eles superaram o ocorrido. A sinopse diz: “No ponto mais alto de sua carreira, Michal Jackson iniciou longos relacionamentos com dois garotos, de sete e dez anos, e suas respectivas famílias. Agora, aos 30, ele contarão a história de como foram abusados sexualmente por Jackson, e como superaram o fato anos depois.” 

O filme tem direção de Dan Reed, que já encabeçou documentários como The Pedophile HuntersThree Days of Terror: The Charlie Hebdo Attacks, e será dividido em duas partes, somando um total de 233 minutos. O título é uma referência ao polêmico rancho que o músico tinha na Califórnia.

Um representante do legado e patrimônio do cantor respondeu à produção do filme, dizendo que “é apenas mais uma reciclagem de alegações antiquadas e sem crédito. É chocante que qualquer cineasta de verdade se envolva neste projeto”.

Ele também classifica o longa como uma “tentativa sensacionalista e patética de explorar e arrancar dinheiro em cima de Michael Jackson”.

Ainda não foi confirmado, porém, quais serão as vítimas que se pronunciarão em Leaving Neverland.