Documentário sobre o Pussy Riot estreia no Festival de Sundance, em janeiro

Pussy Riot – A Punk Prayer relata detalhes sobre o julgamento e a prisão da banda punk russa

Rolling Stone EUA Publicado em 30/11/2012, às 11h42 - Atualizado às 11h59

Pussy Riot
AP

Um documentário sobre as integrantes presas do grupo russo de punk Pussy Riot está marcado para estrear na edição de 2013 do Festival de Sundance, que acontecerá entre os dias 17 e 27 de janeiro. A informação é do site HitFix.

Galeria: relembre bandas e atores que, ao defender causas, arrumaram problemas com autoridades.

Pussy Riot – A Punk Prayer, codirigido por Mike Lerner e Maxim Pozdorovkin, narra a prisão e o julgamento das três integrantes da banda, Nadezhda Tolokonnikova, Maria Alekhina e Yekaterina Samutsevich. As três foram presas em março deste ano acusadas de vandalismo por fazerem uma “oração punk” contra o presidente russo Vladimir Putin na principal catedral de Moscou.

O julgamento atraiu grande atenção da mídia e foi considerado como uma forma de amedrontar a oposição a Putin. Artistas como Paul McCartney, Madonna e Red Hot Chili Peppers demonstraram apoio ao grupo.

As três mulheres foram sentenciadas a dois anos de prisão em outubro, mas Yekaterina conseguiu liberdade logo depois. Assim que foi liberada, ela deu entrevista à Rolling Stone EUA sobre a atenção que o caso ganhou na mídia e afirmou: “Estou interessada em ver o que estou representando. Eu vejo um mal-entendido nos canais russos, enquanto o ocidente está sendo surpreendentemente preciso. Infelizmente, com a televisão russa, publicações russas, isto é um problema. Eles editam, manipulam e mudam o contexto. Existe esta visão que está sendo forçada que eu sou só uma garota normal que não entende nada. Sem visões políticas, apenas uma garota qualquer. Uma visão padrão das mulheres na Rússia.”

Não existe nada oficial sobre quando Pussy Riot – A Punk Prayer vai chegar estrear no circuito comercial.