Documentário sobre Philip Glass no É Tudo Verdade

Homenagem ao compositor é um dos quinze longas que estão indicados a melhor documentário; nove curtas também concorrem na premiação

Da redação Publicado em 20/02/2008, às 15h54 - Atualizado às 16h20

O compositor Philip Glass é homenageado em Philip Glass: Um Retrato em 12 Partes
Divulgação

A organização do É Tudo Verdade divulgou nesta quarta-feira, 20, a lista dos filmes indicados ao prêmio de melhor documentário desta décima terceira edição do festival, que acontece em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília a partir de 26 de março.

Dos quinze longas e médias-metragens, oito foram dirigidos por mulheres. É a primeira vez na história do É Tudo Verdade que a presença feminina é tão forte. Destas diretoras, a britânica Kim Longinotto faz sua sexta participação. Desta vez concorre com Me Abrace Forte e Me Deixe Ir, filme vencedor do BritDoc 2007, sobre alunos-problema que são acolhidos em uma escola especial para jovens violentos.

O compositor Philip Glass é homenageado no documentário Philip Glass: Um Retrato em 12 Partes. O músico, que compôs trilhas para os filmes da trilogia Qatsi (de Godfrey Reggio), completou 71 anos em janeiro passado.

Confira os filmes indicados ao É Tudo Verdade deste ano:

Competição internacional de longa e média-metragem

Anna, Sete Anos no Front - Masha Novikova (Holanda/Rússia)

Ao Lado - Stéphane Mercúrio (França)

Depois do Rei - Michael Skolnik (EUA)

Fengming - Memórias de uma Chinesa - Wang Bing (China)

Me Abrace Forte e Me Deixe Ir - Kim Longinotto (Inglaterra)

O Cosmonauta Polyakov - Dana Ranga (Alemanha)

Operação Cineasta - Nina Davenport (EUA)

Os Não Mortos - Brian Hill (Inglaterra)

Philip Glass: Retrato em 12 Partes - Scott Hicks (Austrália)

Phyllis e Harold - Cindy Kleine (EUA)

Porta 12 - Pablo Tesoriere (Argentina)

Relato de Memória (13 Lembranças do Documentário 'Descrição de um Combate', de Chris Marker) - Dan Geva (Israel)

Sete Instantes - Diana Cardozo (México)

Subindo o Rio Amarelo - Yung Chang (Canadá)

Também Queremos as Rosas - Alina Marazzi (Itália/Suíça)

Competição internacional de curta-metragem

52% - Rafal Skalski (Polônia)

& etc. - Claudia Clemente (Portugal)

Apenas um Odor - Maher Abi Samra (Líbano)

Cineasta Iniciante - Jay Rosenblatt (EUA)

Como me Tornei um Guia de Turismo - Jan Peters (Alemanha)

O Lugar - Alexandre O. Philippe (EUA)

OP.1207-X - Luciana Julião (Espanha)

Salim Baba - Tim Sternberg (EUA/Índia)

Urzdon: Território da Solidão - Maria Kozlova (Rússia)