Don Cornelius cometeu suicídio

Legistas confirmaram que o criador do programa Soul Train deu um tiro na própria cabeça

Rolling Stone EUA/Redação Publicado em 08/02/2012, às 14h12 - Atualizado às 15h04

Don Cornelius
AP

Legistas apontaram que a morte do ex-apresentador do programa Soul Train, Don Cornelius, foi suicídio. A autópsia realizada na última sexta, 3, determinou que o ícone da televisão deu um tiro na própria cabeça. Exames toxicológicos não foram realizados.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Cornelius, que tinha 75 anos, foi encontrado em sua casa em Sherman Oaks, Califórnia, na última quarta, 1. Até o momento, não há explicação do que possa ter feito Cornelius tirar a própria vida. Tony Cornelius, filho do apresentador, publicou um comunicado na última semana pedindo que a mídia não repercutisse a história. "Neste momento, pedimos respeitosamente que permitam à nossa família e amigos a privacidade necessária para passar por estes tempos difíceis", ele disse à CNN. "Agradecemos os desejos de melhora e os fãs, que apoiaram o legado do Soul Train."

Soul Train surgiu em 1971 como um programa de variedades, com apresentações de música negra de diversos gêneros, como soul, gospel, R&B e funk, entre outros. Originalmente apresentado por Cornelius, o programa teve mais de mil episódios até 2006, quando se encerrou. Entre os convidados que passaram pelo Soul Train estão nomes como Chuck Berry, James Brown, Black Eyed Peas e Aretha Franklin, entre outros.