“Dor excruciante”, diz Marilyn Manson sobre acidente com cenário de show que quase o matou

"Certamente poderia ter esmagado meu crânio e minhas costelas", relembra

Rolling Stone EUA Publicado em 13/10/2017, às 20h59 - Atualizado às 21h41

Marilyn Manson
Robb D. Cohen

Marilyn Manson deu detalhes sobre o terrível e perigoso acidente que sofreu recentemente no meio de um show. Em 30 de setembro, Manson estava tocando no Hammerstein Ballroom, em Nova York, quando parte do cenário dele, duas enormes pistolas de mentira, caíram em cima dele. O músico teve que cancelar nove datas e até hoje sofre com dores na perna, onde ficou ferido. "Só recentemente fui assistir ao vídeo da queda [que viralizou e pode ser assistido abaixo]", disse o artista ao Yahoo. “Assistindo dá para entender porque todo mundo achou apavorante. Foi apavorante para mim, porque não estava bem preso.”

A apresentação em questão era apenas a terceira da porção norte-americana da nova turnê dele, que promove o disco Heaven Upside Down. Manson estava cantando havia mais ou menos uma hora quando, durante a performance de sua famosa cover de "Sweet Dreams (Are Made of This)", do Eurythmics, se agarrou ao cenário e uma delas tombou em cima dele, esmagando os ossos de sua perna direita.

Manson explicou que não estava "tentando escalar", na verdade queria “empurrar para tirar do caminho”. "Quebrei a fíbula em dois lugares diferentes. A dor era excruciante.”

Ele foi do show direto para o hospital e, após realizar vários exames, acabou inserindo uma placa e onze parafusos ósseos. Desde então, está engessado e se recuperando em casa, em Los Angeles.

Apesar de tudo, o artista se sente grato por não ter acontecido algo pior. “Certamente poderia ter esmagado meu crânio ou minhas costelas. Tenho alguns machucados menos graves nessas regiões. Precisou de seis caras para tirar aquilo de cima de mim. Foi como entrar em uma luta livre com um monstro gigante de ferro." Manson ainda lamentou que tenha sido obrigado a interromper a turnê, mas afirma que vai voltar em breve. A próxima apresentação ainda marcada é a de 5 de novembro, na Califórnia.