Dr. Pepper não pede desculpas

Advogados de Axl Rose exigiram anúncio público em jornais dos EUA; empresa de refrigerantes solta comunicado, mas não demonstra arrependimento

Da redação Publicado em 04/12/2008, às 09h05

A empresa de refrigerantes Dr. Pepper não pretende pedir desculpas a Axl Rose. A marca afirmou que daria uma lata de refrigerante para todos os norte-americanos caso Chinese Democracy fosse lançado neste ano.

No dia do lançamento, a Dr. Pepper disponibilizou cupons online, para que os interessados pudessem retirar a bebida - mas os pedidos foram tantos, que o site ficou fora do ar. A extensão em 18 horas do período para impressão do cupom, anunciada depois da pane, não foi suficiente para atender os 300 milhões de habitantes dos Estados Unidos. Essa foi a deixa para os advogados de Axl pedirem desculpas públicas nos quatro maiores jornais dos EUA.Saiba mais aqui.

A Dr. Pepper divulgou uma nota afirmando que "está desapontada com o fato de os advogados do Guns N' Roses terem transformado um brinde divertido em uma disputa legal", informou o site da Rolling Stone EUA, e em nenhum momento pediu desculpas.