Drake é processado por suposta ex-namorada

Ericka Lee alegou na última sexta, 3, fazer parte do hit "Marvin's Room"

Rolling Stone EUA Publicado em 04/02/2012, às 11h49

Drake compôs algumas canções de Take Care junto a Stevie Wonder
AP

O cantor Drake está sendo processado por uma mulher que diz ser a voz na outra linha da chamada telefônica em seu hit "Marvin's Room". Ericka Lee, que diz ser ex-namorada do rapper, abriu um processo alegando que foi excluída dos royalties de coautora da canção, que está incluída no álbum Take Care (2011).

De acordo com o processo aberto por Ericka em Los Angeles, ela e Drake tiveram um relacionamento romântico e de negócios entre 2010 e 2011. Ericka diz que os dois trocaram poemas e letras ao longo do relacionamento e discutiram projetos colaborativos. Supostamente, Drake aceitou trabalhar com ela em "Marvin's Room" e dividir o lucro. Originalmente, ela iria gravar um trecho da faixa e apresentar um monólogo. O rapper, aparentemente, reconheceu as composições de Ericka em muitos textos, incluindo um que diz "você basicamente fez aquela música."

Ericka e Drake terminaram após a canção ter sido lançada. O rapper teria oferecido a ela 2% dos royalties pela canção, depois aumentando a oferta para 4% a 5%, junto a um acordo de US$ 50 mil (cerca de R$ 90 mil). Agora, Ericka quer o crédito de coautora pela música, assim como reparação por danos.

Ouça abaixo uma versão de "Marvin's Room":