Drew Barrymore dirigirá sequência de O Mágico de Oz

Atriz assumirá o posto de diretora no longa-metragem Surrender Dorothy, da Warner Bros.; ainda não se sabe se Barrymore fará o papel da protagonista

Da redação Publicado em 19/05/2010, às 13h31

Drew Barrymore dirigirá o longa-metragem Surrender Dorothy, sequência do musical de 1939 O Mágico de Oz, segundo informou o site Pajiba.

Barrymore, que recentemente estreou como diretora com o bem recebido filme Whip It, foi originalmente convocada para estrelar no projeto - proposto em 2002 - como atriz, assumindo o papel da tetraneta de Dorothy. Não se sabe se agora Drew assumirá o posto de protagonista, já que aos 35 anos ela poderia ser considerada por alguns um pouco velha para o papel. O projeto da Warner Bros junto a Flower Films (produtora da atriz) voltou a ser discutido graças ao grande número de produções que têm surgido baseadas em livros infantis de sucesso - como Alice no País das Maravilhas. O roteiro do novo longa é de Zach Helm.

De acordo com o Guardian, pelo menos cinco filmes sobre o livro do escritor norte-americano L. Frank Baum têm sido cogitados recentemente. A Disney, responsável pelo longa-metragem 3D de Tim Burton Alice no País das Maravilhas, está com o projeto Oz the Great and Powerful, filme com foco no mágico, sobre como o personagem criado por Baum chegou a Cidade das Esmeraldas (possivelmente contando com a direção de Sam Mendes e Robert Downey Jr no papel do protagonista). Devem sair também duas animações em computação gráfica, um outro filme baseado na série de histórias em quadrinhos e The Witches of Oz, que contará com Sean Astin (Senhor dos Anéis), Christopher Lloyd (como o mágico) e Lance Henriksen (Alien).

Em agosto de 2009 foi noticiado que Dakota Fanning estrelaria uma sequência "mais obscura" de O Mágico de Oz, também realizada pela Warner Bros. Não se sabe se este novo longa dirigido por Drew Barrymore se trata do mesmo projeto comentado no ano passado - que contaria com Fanning no papel de Dorothy -, já que o número de adaptações que devem sair do papel a respeito deste livro é grande.

A história original foi adaptada para cinema diversas vezes, sendo mais famoso o musical de 1939 estrelado por Judy Garland. Além dele, em 1978 foi lançado The Wiz, contando no elenco com Diana Ross e Michael Jackson no papel do Espantalho. Em 1973, o Pink Floyd lançou The Dark Side of the Moon - reza a lenda que o álbum foi feito para servir de trilha sonora alternativa ao filme da década de 30, já que ambos apresentam interseções quando executados simultaneamente.