Duas pessoas morrem e 23 ficam feridas no festival SXSW depois de motorista que fugia da polícia atropelar multidão

Ele atravessou um bloqueio e atingiu o público que estava do lado de fora de um show

JASON NEWMAN, com contribuição de Gavin Edwards Publicado em 13/03/2014, às 15h52 - Atualizado em 17/03/2014, às 17h44

SXSW - atropelamento
Gavin Edwards

Duas pessoas morreram e outras 23 ficaram feridas na madrugada da última quinta, 13, no festival de artes, cinema, música e tecnologia South by Southwest. Um carro atravessou um bloqueio que havia sido montado para o evento em Austin, no Texas. As informações foram confirmadas pela polícia local à Rolling Stone EUA.

O acidente aconteceu à 0h30, horário de Austin, na esquina das ruas E. 10th e Red River. O motorista, um homem que estava sozinho, atropelou diversas pessoas em uma rua lotada que onde era realizado um show.

O tenente Brian Moon, a polícia de Austin, disse à Rolling Stone EUA que o motorista está sendo investigado e que exames de sobriedade seriam realizados. O suspeito será indiciado pelas duas mortes (por homicídio) e pelas outras 23 vítimas (por algo equivalente a “lesão corporal”).

O incidente aconteceu depois que a polícia começou uma batida para identificar motoristas alcoolizados. O suspeito, que temia ser detido, arrancou por um posto de gasolina e saiu dirigindo em alta velocidade e na contramão. A polícia passou a segui-lo e um outro policial, que estava em um bloqueio próximo, teve que sair de lá para não ser atingido pelo suspeito, que continuou acelerando, atravessou a barreira policial e atropelou diversas pessoas.

O suspeito seguiu dirigindo “em alta velocidade” antes de bater em um táxi e uma espécie de moto. As duas pessoas da moto, um homem (o holandês as Steven Craenmehr, funcionário da agência musical MassiveMusic) e uma mulher, morreram na hora. O homem passou, então, a fugir a pé, mas foi alcançado pela polícia. A cena toda durou menos de dois minutos. As 21 vítimas foram levadas a hospitais locais, algumas delas em estado grave.

Dentro da casa de shows Mohawk, onde era realizado um show da veterana banda punk X, a apresentação estava na metade na hora que o acidente aconteceu. Quando o gerente do local contou ao público o que tinha acontecido do lado de fora, algumas pessoas riram, achando que fosse uma piada. O local logo ficou vazio. O show seguinte, de Tyler, the Creator, foi cancelado por causa da tragédia.

O chefe de polícia de Austin, Art Acevedo, disse que a cidade em geral consegue organizar muito bem esses eventos, “mas não há como impedir uma pessoa que decide, em vez de ser acusado de dirigir embriagado, continuar dirigindo em alta velocidade, não respeitar as ordens da polícia de parar, e então, em alta velocidade, ignorar a preciosidade da vida humana.”

Os organizadores do SXSW divulgaram o seguinte comunicado: “Estamos pensando e orando por aqueles que foram afetados pelo acidente trágico que aconteceu na noite passada aqui em Austin. Apreciamos e parabenizamos o trabalho daqueles que prestaram primeiros socorros e de todos os órgãos da cidade que tomaram providências rapidamente. Vamos mudar datas e locais da programação na área em torno dos eventos ocorridos na noite passada. Todo o resto da programação continuará conforme planejado”.

Veja abaixo o vídeo da coletiva realizada após a tragédia.