“É algo maior que nós”, diz produtor sobre guardar segredos do novo Star Wars

Bryan Burk, que trabalha com J. J. Abrams em O Despertar da Força, diz que "é algo raro hoje em dia conseguir ir ao cinema sem saber nada sobre o que você vai assistir”

Lucas Brêda Publicado em 05/12/2015, às 18h53 - Atualizado em 07/12/2015, às 13h16

Um dos produtores de Star Wars - Episódio VII: O Despertar da Força, Bryan Burk
Divulgação

Bryan Burk conheceu J. J. Abrams por acaso. “Eu era uma criança”, diz o produtor do novo Star Wars, intitulado O Despertar da Força, que tem direção de Abrams. “Eu fazia filmes com Super 8, e um amigo me apresentou a outra pessoa que também gravava com Super 8. Essa pessoa era muito próxima de J. J. – que também fazia coisas em Super 8. Então fiquei amigo de J. J.”

Dez espadas famosas de filmes, games e séries.

Sentado em uma das salas de imprensa da segundo edição da Comic Con Experience – que acontece até domingo, 6, em São Paulo –, Burk atende alguns jornalistas horas antes de apresentar um painel com um vídeo inédito de O Despertar da Força (sendo ovacionado por uma plateia repleta de fãs). Ele percebe momentaneamente que esta semana completa exatos 14 anos que trabalha com o diretor de Lost e Star Trek. “Ele ainda não me 'chutou' para fora”, ri.

Dentro de 12 dias, o maior projeto da carreira de Burk ganhará vida: Star Wars – Episódio VII: O Despertar da Força chegará aos cinemas, dando início a uma nova trilogia da franquia, agora produzida pela Disney. “Já sou parceiro de produção com J. J. há um tempo”, reforça Burk. “A atual presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, começou a fazer reuniões com ele e então um dia ele me disse: 'Nós vamos produzir o novo Star Wars e eu vou dirigir'. Depois disso entramos em uma rotina maluca, porque isso aconteceu três anos atrás.”

Star Wars: os dez momentos mais marcantes da franquia.

“É engraçado, eu lembro de dizermos – e pensarmos: 'O que?!' É meio louco”, acrescenta o produtor, esforçando-se para ser claro no assunto. “E nós não começamos a ter noção disso até... hoje! É muito louco, porque estou conversando contigo, olhando para trás de você vejo o logotipo de Star Wars, e penso: 'Meu Deus! O [repórter] Lucas está falando comigo sobre Star Wars – como eu cheguei aqui?' É tudo muito doido.”

O sétimo filme de Star Wars contará com a maioria dos personagens clássicos da franquia: Harrison Ford volta a interpretar Han Solo; Carrie Fisher dá vida, novamente, à Princesa Leia, enquanto Mark Hamill é, de novo, o Luke Skywalker. Além deles, Anthony Daniels é C-3PO; Kenny Baker, o R2-D2; e Peter Mayhew, Chewbacca. Mas o longa, até por inaugurar uma nova trilogia, é recheado de novidades – e de jovens atores – no elenco.

Galeria: por dentro dos bastidores de Star Wars através do Instagram.

Os principais estreantes na franquia são os dois protagonistas de Episódio VII: Daisy Ridley e John Boyega, ambos jovens, britânicos e sem grandes papéis na carreira. Enquanto Boyega interpreta o ex-Stormtrooper Finn, Daisy dá vida à sucateira de um planeta desértico Rey. Além deles, o astro de Girls Adam Driver também terá um dos papéis de destaque, como o vilão Kylo Ren.

“Quando começamos a desenvolver melhor os personagens no papel é mais fácil saber quem é aquela pessoa”, comenta Burk. “Tem um negócio meio maluco, que soa como uma bobagem hollywoodiana, mas você apenas sabe que é aquela pessoa. Fica fácil, é um negócio imediato. Com Daisy nós olhamos e dissemos: ‘Meu Deus! Esta é Rey!” Já com Boyega, o processo foi diferente: tanto Abrams quanto Burk já admiravam o trabalho do britânico (que fez um sucesso underground com Ataque ao Prédio). Mas esta não é a melhor história sobre ele.

Veja figurinos marcantes do cinema, como da princesa Leia.

Depois de ser escolhido, Boyega foi instruído a não falar sobre a participação no Episódio VII de Star Wars para ninguém. “Seis semanas depois, nos reunimos com todos para apresentar o roteiro”, conta o produtor, referindo-se ao encontro que ficou famoso ao ter uma foto divulgada no Twitter (abaixo). “Aquela foto – com todos os atores – já seria publicada à noite ou algo do tipo”. Boyega, então, perguntou a Burk: “Posso contar aos meus pais?”. “Eu disse: 'Como? Você não contou para os seus pais?' E ele respondeu: 'Mas vocês disseram para não contar a ninguém'. E eu: ‘Mas não seus pais! Claro que pode contar aos seus pais! Ligue para eles agora mesmo!’”, ri o produtor.

A tática de manter segredos, entretanto, é a maior estratégia utilizada por Burk e sua equipe para o novo Star Wars. A menos de duas semanas da estreia, O Despertar da Força teve poucas cenas reveladas, com um mistério em torno do personagem Luke Skywalker (que não aparece nos pôsteres e mal figura nos trailers e teasers). “Não estamos guardando segredos sobre Luke”, diz ele. “Estamos tentando não revelar muita coisa sobre o filme inteiro. É algo raro hoje em dia conseguir ir ao cinema sem saber nada sobre o que você vai assistir.”

Galeria: os 25 melhores filmes da década de 1980.

“Quando eu era jovem, você não sabia das coisas”, continua. “Você ia assistir aos filmes e aconteciam coisas maravilhosas as quais você nunca saberia anteriormente. A ideia de que faltam menos de duas semanas para a estreia e você vai assistir ao filme [Episódio VII] sem saber de tudo é parte da mágica de ver este longa. Quando você viu Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca, você sabia que Darth Vader era o pai dele? Consegue imaginar isso? Essas coisas não acontecem mais. Acho que foi meio sem querer essa coisa de guardar segredos, mas acho que é algo maior que nós.”

Abaixo, veja o clipe exclusivo que Burk revelou durante a Comic Con.

O produtor Bryan Burk exibiu na Comic Con Experience um vídeo exclusivo de Star Wars: O Despertar da Força! Confira:

Posted by Star Wars on Saturday, 5 December 2015