E se o Batman tivesse decidido salvar Rachel e não Harvey Dent em O Cavaleiro das Trevas? [TEORIA]

A trilogia Nolan teria um desfecho muito diferente do que foi mostrado em O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Redação Publicado em 20/04/2020, às 13h58

None
Batman: O Cavaleiro das Trevas (foto: reprodução/ Warner)

Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) marcou os fãs do Morcego ao matar o interesse romântico de Bruce Wayne, a promotora Rachel Dawes, além de causar a origem do Duas-Carasna mesma cena.

Porém, o site Cinemablend questiona: e se o Coringa tivesse apontado o Batman para a localização de Rachel, como a história seria diferente? Ainda mais que isso, como O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012) seria impactado?

+++LEIA MAIS: Como The Batman pode usar o Coringa de Joaquin Phoenix na cena pós-crédito?

A primeira diferença é, claro, Harvey Dent estaria morto. Não só o Duas-Caras não existiria, mas Rachel estaria com rancor de Bruce por ter escolhido salvar ela e não o marido. Talvez, quebrada psicologicamente e com uma atração pelo Coringa devido ao trauma causado pelo vilão, Rachel se tornasse uma versão realista da Arlequina.

Porém, a morte trágica de Harvey Dent ainda motivaria a criação da Lei Dent e permitiria o Comissário Gordon prender a maioria da classe criminosa de Gotham City. No entanto, com Rachel ainda viva após os eventos do filme, talvez Bane tivesse uma poderosa arma contra o herói 8 anos depois.

+++ LEIA MAIS: Matt Reeves, diretor de The Batman, revela os dois filmes favoritos do vigilante de Gotham - spoilers: um é óbvio e o outro não

Em Cavaleiro das Trevas Ressurge, Bane não só teria conhecimento da identidade secreta do Batman como poderia usar uma Rachel presa como criminosa e atormentada, para acusar Bruce Wayne publicamente. Sendo caçado tanto com o bat-traje ou sem, o herói teria um desafio ainda maior no último filme.


+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA