É Tudo Verdade anuncia brasileiros selecionados

30 produções serão exibidas no Festival Internacional de Documentários; veja aqui a lista

Da redação Publicado em 12/02/2008, às 09h27 - Atualizado às 14h32

Solidão Pública é um dos curtas que concorrem ao É Tudo Verdade
Divulgação

A organização do 13º É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários informou que 30 trabalhos brasileiros foram selecionados para exibição na mostra. São 18 médias e longas-metragens inéditos nos cinemas do país - 16 serão exibidos em caráter de lançamento mundial, e sete irão concorrer ao prêmio principal do evento. Onze curtas irão disputar o prêmio da categoria.

Os médias e longas-metragens que estão na mostra competitiva concorrem, pelo segundo ano consecutivo, ao Prêmio CPFL Energia/ É Tudo Verdade - Janela para o Contemporâneo. O vencedor sai do Festival com R$100 mil, a maior premiação de todos os festivais realizados no Brasil.

Nesta edição, o É Tudo Verdade apresenta uma mostra especial intitulada Vidas Brasileiras, com cinco filmes. São obras que buscam criar um retrato de personalidades do país. Entre elas estão Waldick Sempre no meu Coração, estréia de Patrícia Pillar na direção, e Errante Navegante, de Fernando Andrade, sobre Caetano Veloso. Cinco documentários serão exibidos no ciclo O Estado das Coisas. O longa Pachamama, de Erik Rocha, fará sua estréia na mostra paralela Foco Latino-Americano.

As obras internacionais que participam do Festival ainda não foram anunciadas.

O 13º É Tudo Verdade acontece entre os dias 26 de março e 6 de abril, em São Paulo e no Rio de Janeiro, e de 7 a 13 de abril, em Brasília.

Clique aqui para conhecer o site oficial da mostra. Veja abaixo a lista de filmes brasileiros que serão exibidos.

Curtas-Metragens:

Beijo na Boca Maldita, de Yanko del Pino

Clarita, de Thereza Jessouroun

Dossiê Rê Bordosa, de Cesar Cabral

Ivy Katu - Terra Sagrada, de Eduardo Duwe

Mar de Dentro, de Paschoal Samora

O Menino e o Bumba, de Patrícia Cornils

Ocidente, de Leonardo Sette

Remo Usai - Um Músico Para o Cinema, de Bernardo Uzeda

Solidão Pública, de Daniel Aragão

Solitário Anônimo, de Debora Diniz

Tarabatara, de Julia Zakia

Médias e Longas-Metragens:

O Aborto dos Outros, de Carla Gallo

Dia dos Pais, de Julia Murat e Leonardo Bittencourt

João Saldanha, de André Siqueira e Beto Macedo

Ninguém Sabe O Duro Que Dei - Wilson Simonal, de Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal

Pan-Cinema Permanente, de Carlos Nader

Sumidouro, de Cris Azzi

O Tempo e o Lugar, de Eduardo Escorel

Mostra Especial: Vidas Brasileiras

O Errante Navegante, de Fernando Andrade

A Paixão Segundo Callado, de José Joffily

Paulo Gracindo - O Bem Amado, de Gracindo Junior

Procura-se, de Rica Saito

Waldick Sempre No Meu Coração, de Patricia Pillar

O Estado Das Coisas

De Braços Abertos, de Bel Noronha

Entre A Luz E A Sombra, de Luciana Burlamaqui

Moro Na Tiradentes, de Henri Arraes Gervaiseau e Claudia Mesquita

Quilombo, Do Campo Grade Aos Martins, de Flavio Frederico

O Último Kuarup Branco, de Bhig Villas Boas

Carta A Ratzinger, de Moara Rossetto Passoni

Foco Latino-Americano

Pachamama, de Erik Rocha