“É um pouco como escrever sobre os Beatles”, diz Aaron Sorkin sobre roteirizar biografia de Steve Jobs

Ele admitiu que hesitou um pouco antes de aceitar o projeto, pensando que era potencialmente um “campo minado de decepção”

Redação Publicado em 30/05/2012, às 19h06 - Atualizado às 19h37

Aaron Sorkin
Foto: AP

De acordo com o site Deadline, Aaron Sorkin declarou que hesitou bastante antes de aceitar roteirizar um filme sobre Steve Jobs. “É um pouco como escrever sobre os Beatles”, afirmou ele. “Vi um campo minado de decepção”, disse Sorkin, se referindo ao potencial de desapontamento por parte do grande número de pessoas que idolatram Jobs.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

O filme terá base no livro biográfico de Walter Isaacson, autorizado por Jobs. Sorkin garante que sua forma de adaptar a obra será “identificando os pontos de conflito que têm apelo para ele”, e que está pensando nesse retrato como se fosse “uma pintura, não uma fotografia”.

Sorkin ainda não tem ideia de quem interpretará Jobs, mas pensa que a pessoa terá que “falar rápido e ser esperta”. O roteirista também comentou que não tem problema algum com o fato de outra cinebiografia sobre seu retratado estar sendo realizada paralelamente, com Ashton Kutcher protagonizando. “Steve Jobs é uma pessoa grande o suficiente, tem uma vida grande o suficiente ali.”