Integrantes da banda Eagles of Death Metal voltam ao Bataclan para homenagear vítimas

Grupo se apresentava na casa de shows parisiense em 13 de novembro quando terroristas invadiram o local e mataram 89 pessoas

Redação Publicado em 09/12/2015, às 09h54 - Atualizado às 12h31

Ver Galeria
(3 imagens)

Os integrantes da banda Eagles of Death Metal, que se apresentavam na casa de shows Bataclan, em Paris, quando uma série de atentatos terroristas castigaram a cidade, no dia 13 de novembro, e deixaram 129 mortos - sendo 89 no local em que a banda tocava - voltaram ao palco da tragédia.

Eagles of Death Metal volta a Paris após atentado terrorista para tocar com o U2.

Nessa terça-feira, 8, com flores nas mãos e emocionados, os músicos passaram cerca de dez minutos em frente ao local, no qual diversas homenagens formam uma espécie de memorial em tributo às 89 pessoas mortas durante o espetáculo do Eagles of Death Metal.

Veja:

No dia anterior, os músicos foram convidados pelo U2 para fazer uma participação especial durante um espetáculo do grupo irlandês em Paris. “Eles foram expulsos do palco há três semanas, então, gostaríamos de oferecer a eles o nosso espaço”, o vocalista Bono disse à plateia, segundo o U2Start. Os norte-americanos tocaram "People Have the Power", de Patti Smith, junto com o U2 e em seguida, sozinhos, interpretaram uma própria, "I Love You All the Time", do álbum Zipper Down.

Artistas prestam homenagens as famílias e as vítimas dos ataques terroristas em Paris .

Nenhum dos integrantes do Eagles of Death Metal foi ferido pelos disparos no Bataclan, mas o britânico Nick Alexander, que acompanhava os artistas vendendo produtos da banda, não sobreviveu – “Nick protegeu um amigo dele”, disse Homme. Thomas Ayad, Marie Mosser e Manu Perez, da gravadora do grupo, também não conseguiram escapar com vida.