Eminem leva Apple à Justiça

Gravadora Aftermath Records também é alvo de acusação pela venda não autorizada de músicas do rapper na loja virtual iTunes

Da redação Publicado em 27/09/2009, às 14h23

Representantes do rapper norte-americano Eminem levaram a Apple e a gravadora Aftermath Records ao tribunal pela venda não autorizada das músicas do cantor na loja virtual iTunes. A informação é da agência Associated Press.

Durante um primeiro julgamento, realizado na última quinta, 24, a editora Eight Mile Style, responsável pelas canções do artista, junto com companhia afiliada Martin Affiliated LLC, alegou que a corporação não possui os direitos necessários para vender as músicas de Eminem na internet. As duas empresas disseram ainda que o contrato com a Aftermath Records, controladora das gravações, não menciona o acordo com a Apple para disponibilizar 93 faixas de Eminem no iTunes.

"Em nenhum lugar é dito apenas disco compacto. Em nenhum lugar é dito não aos downloads digitais", afirmou Glenn Pomerantz, advogado da Apple, no julgamento.

O defensor da megacorporação disse ainda que, apesar da ação judicial, a Eight Mile Style recebe uma parcela dos lucros em cima das vendas. Em números, a Apple envia à Aftermath 70 centavos de dólar por cada download vendido, enquanto a Eight Mile leva 9,1 centavos. Na concepção do advogado, se a editora estivesse em desacordo, teria pedido a Apple para interromper as vendas. "Eles têm recebido muito dinheiro. Nós não os privamos disso", declarou Pomerantz.

No caso, Richard Busch, advogado da Eight Mile, afirmou que a empresa é dona de todas as composições e não a Aftermath Records. "Se a Eight Mile tivesse uma relação de licença direta com a Apple, esse tipo de fato sem noção não teria acontecido", proclamou. No entanto, Pomerantz retrucou, dizendo que a corporação "não faz esse tipo de acordo".

Apesar de envolver seu trabalho, Eminem não esteve presente no julgamento e tampouco é esperado nas próximas sessões. Seu sexto e último álbum de estúdio, Relapse, chegou às lojas em maio deste ano e já emplacou três singles: "We Made You", "3 A.M." e "Crack a Bottle".