Eita! Para ator de Ciborgue, Warner usou volta de Affleck como Batman para despistar acusações de abuso no set de Liga da Justiça; entenda

Ray Fisher falou que o estúdio está tentando despistar a investigação

Redação Publicado em 16/09/2020, às 14h46

None
Ray Fisher como Cyborg em Liga da Justiça (2017) (Foto: Reprodução) | Ben Affleck como o Batman no filme Liga da Justiça (Foto: Reprodução)

A Warner Bros. iniciou uma investigação sobre o ambiente tóxico e abusivo de Liga da Justiça. Após Ray Fisher, responsável por viver o Ciborgue, revelar a informação na internet, e fazer acusações de comportamento inadequado de Joss Whedon, diretor substituto de Zack Snyder, e de Geoff Johns e Jon Berg, produtores do longa, o processo veio a público.

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: ator acusa Joss Whedon de agir de maneira 'nojenta e abusiva' no set

Agora, o astro acusa o estúdio de esconder a situação e despistar a ação judicial com a notícia de que Ben Affleck voltará a viver o Batman em Flash. As informações são da UOL

De acordo com o ator responsável por Ciborgue, com intuito, portanto, de distrair o público e a imprensa do caso, a novidade da volta de Affleck foi anunciada no mesmo dia em que a investigação foi confirmada, logo após as acusações de Fisher.

+++LEIA MAIS: Jason Momoa detona Warner por Liga da Justiça e comportamento abusivo no set de filmagem: ‘Essa m***a tem que parar’

No Twitter, o astro escreveu, via UOL: "Infelizmente, as notícias falsas do Frosty [uma possível adaptação de 'Frosty: O Boneco de Neve'] com Jason [Momoa] não foram a única tática de relações públicas usada para desviar a atenção da seriedade da situação de Liga da Justiça."

Ele continuou: "Ben retornando como Batman foi nitidamente feito para ser revelado no DC FanDome. Vou dar um palpite do motivo da Warner provavelmente ter se precipitado."

+++LEIA MAIS: Não é o fim do Batfleck: Ben Affleck voltará como Batman em The Flash; entenda

Veja os tuítes:

Não é a primeira vez que Fisher acusa a Warner Bros. de esconder a situação. Anteriormente, em um vídeo publicado no Instagram, o astro além de reforçar críticas ao comportamento do estúdio em relação ao ambiente de Liga da Justiça, disse que pela falta de diálogos diretos, o estúdio tentou acobertar os acusados na investigação.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'