Pulse

Elenco e produtor falam da terceira temporada de Spartacus

Spartacus: War of the Damned, que encerrará a série, mostra Spartacus (Liam McIntyre) enfrentando o exército de Marcus Crassus (Simon Merrells)

Stella Rodrigues Publicado em 09/06/2012, às 09h47

Spartacus
Divulgação

Esta semana, o elenco de Spartacus, ao lado do produtor-executivo Steven S. DeKnight, participou de uma conferência por telefone com a imprensa internacional para promover a segunda temporada da série, que já foi ao ar no Brasil. Porém, eles aproveitaram a oportunidade para falar da terceira temporada que, até então não se sabia, será a última da produção épica.

Leia aqui a entrevista com o elenco a respeito da segunda temporada da série.

Conhecido por sua megalomania, o programa será encerrado de forma grandiosa. “Esse novo ano deveria se chamar ‘Big Epic Spartacus’”, brincou por telefone o protagonista Liam McIntyre. Em vez disso, a temporada, que será exibida somente em janeiro do próximo ano, nos Estados Unidos, e já foi garantida, no Brasil pelo Globosat HD, foi batizada de Spartacus: War of the Damned (algo como “a guerra dos condenados”).

Para encerrar a trama, serão dez episódios em que Spartacus (McIntyre) enfrentará Marcus Crassus (Simon Merrells), responsável pelo exército que derrotou o ex-gladiador. “Já estamos gravando a terceira temporada, estamos fazendo agora o episódio 3”, disse DeKnight, que participa da produção na Nova Zelândia. “Todas são, mas esta temporada, em especial, é enormemente épica. Estamos começando a ver de verdade essa guerra gigantesca que aconteceu com milhares de soldados. Está se tornando mesmo aquilo sobre o que você leu nos livros sobre história a respeito de Spartacus e esse exército rebelde encarando a força de Roma. Além disso, claro, temos todo o drama e os arcos pessoais, seguindo Spartacus, que deixa de ser um homem basicamente preocupado com ele a própria esposa e passa a ser alguém preocupado com todos os escravos, todos que estão sendo oprimidos.”

Sobre o cancelamento da atração, o produtor-executivo comentou posteriormente, em um comunicado: “Não foi fácil chegar à essa decisão, foi algo extremamente difícil e emocional para mim e meus parceiros. No entanto, no final, toda a ação e drama que restam da jornada de Spartacus estará presente em uma temporada épica e impressionante e que será extremamente gratificante para todos que a acompanham”.