‘Elvis Presley era racista, eu nunca trabalharia com ele’, afirma Quincy Jones

O lendário produtor via Elvis quando era treinado por Otis Blackwell

Redação Publicado em 24/05/2021, às 09h45

None
Elvis Presley (Foto: Divulgação) e Quincy Jones (Foto: Getty Images / Matty Winkelmeyer)

O lendário produtor Quincy Jones revelou em entrevista ao The Hollywood Reporter como nunca trabalharia com Elvis Presley - porque o dono de "Can't Help Falling In Love" "era racista."

Em determinado momento da entrevista, perguntaram para Jones se teria trabalhado com Presley. "Eu não trabalharia com ele," respondeu. "Eu escrevia para [líder da orquestra] Tommy Dorsey, oh Deus, naquela época nos anos 1950. Elvis chegou e Tommy disse: 'Não quero tocar com ele.' Ele era um racista filho da - vou calar a boca agora."

+++LEIA MAIS: Por que Quincy Jones diz que Michael Jackson ‘roubou’ Billie Jean?

"Quando eu via Elvis, ele era treinado por Otis Blackwell [compositor de 'Don't Be Cruel'], dizendo-lhe como cantar," adicionou. The Hollywood Reporter também observa: Blackwell disse a David Letterman, em 1987, que o produtor e Presley nunca se conheceram.

Quincy Jones também falou sobre os protestos anti-racistas nos Estados Unidos após a morte de George Floyd: "Isso acontece há muito tempo, cara. Pessoas viram a cabeça para o outro lado, mas é tudo a mesma coisa para mim - misoginia, racismo. Você precisa ser ensinado a odiar alguém. Não vem naturalmente. A menos que você tenha sido treinado. É um péssimo hábito."

+++LEIA MAIS: Quais segredos Elvis Presley guardava na sala de TV de Graceland?


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL