Elvis se internava durante crises para fugir dos holofotes, diz Priscilla Presley

Nem sempre o cantor conseguia lidar bem com a fama

Redação Publicado em 18/01/2021, às 10h58

None
Elvis Presley (Foto: Reprodução)

A carreira musical de Elvis Presley, interrompida por uma parada cardíaca fatal em 16 de agosto de 1977, durou quase 30 anos e fez com que o artista se tornasse um dos maiores cantores de todos os tempos. No entanto, ele nem sempre conseguia lidar com a fama e tinha várias técnicas para fugir dos holofotes. Uma delas, de acordo com Priscilla Presley, era se internar durante crises. A informação é do Express.

Em 2018, Priscilla, ex-esposa do Rei do Rock, falou sobre como ele lidava com a fama e como ele conseguia escapar das atenções e imprensa quando estava na pior. Ela explicou como ele iria voluntariamente ao hospital para tentar se acalmar.

+++LEIA MAIS: Heavy metal: Site elege melhores músicas de cada ano desde década de 1970

Ela adicionou: "Ele não queria as exigências, não queria os telefonemas." Como apontado pelo site, é possível entender a situação do artista, visto que ele era perseguido todo dia por fãs, imprensa, paparazzi, entre outros.

No entanto, antes disso, o cantor usava das drogas como válvula de escape por conta da rotina e dinâmica da vida dele, sempre em movimento. Quando Elvis Presley faleceu, aos 42 anos, Priscilla achava que era mais umas das idas voluntárias ao hospital, mas infelizmente não se tratava disso. Ela relembrou de como reagiu à notícia da morte dele: "[Eu pensei] ele não pode estar, ele não pode estar... Isso é uma piada, isso não pode ser - foi chocante."


+++ TICO SANTA CRUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes