Em 1975, David Bowie e Dennis Hopper levaram cocaína para Iggy Pop enquanto ele estava internado em hospital psiquiátrico

Iggy Pop estava no hospital para superar o vício na cocaína e tratar a depressão

Redação Publicado em 02/06/2020, às 17h35

None
David Bowie e Iggy Pop (Foto: Reprodução/via Universo Retrô)

Em 1975, Iggy Pop involuntariamente entrou em uma ala psiquiátrica após problemas crescentes e aparentemente incontroláveis ​​com o vício em drogas, que não apenas começaram a prejudicar a carreira, mas também a vida dele, como relembra a Far Out Magazine

+++LEIA MAIS: Iggy Pop revela que "fumava teia de aranha para ficar chapado"

Para o pai do punk, amigos não eram outro senão Dennis Hopper, Dean Stockwell e o lendário David Bowie. Mas, embora fossem bons amigos, felizes por se comprometerem com a causa do amigo, não eram necessariamente boas influências.

Segundo o site, o músico estava afogado no vício da cocaína após o fim do The Stooges.  O rompimento da banda pode muito bem ter sido o catalisador do mergulho profundo de Iggy Pop em depressão e dependência.

+++ LEIA MAIS: 6 discos impactantes que finalizaram carreiras lendárias: de Bowie a John Lennon

Foi durante a reabilitação que o músico foi diagnosticado com hipomania e, embora muito melhor que a prisão, ele lutou para se conectar nas instalações da UCLA. O médico Dr. Murry Zucker falou: "Eu sempre tive a sensação de que [Iggy] gostava tanto de seu cérebro que ele brincava com ele até o ponto de si mesmo sem saber o que estava acontecendo e o que estava acontecendo."

No livro de David Bowie de 2012, The Golden Years, a história da visita do músico a Iggy Pop na UCLA supostamente vestido com trajes espaciais, completamente chapado e gritando "Queremos vê-lo. Deixe-nos entrar!" é contada. 

+++ LEIA MAIS: Iggy Pop quer viver até os 80 para irritar os haters

"Se me lembro bem, éramos eu e Dennis Hopper. Entramos no hospital com um monte de drogas para Iggy. Era um hospital de deixar suas drogas na porta. Estávamos loucos, todos nós. Ele não estava bem; isso é tudo o que sabíamos. Pensamos que deveríamos trazer algumas drogas para ele, porque ele provavelmente não usava há dias!", diz no livro. 

Ainda, Iggy Pop, em uma entrevista ao longo da carreira, acrescentou: "Em 1975, eu estava totalmente drogado, e minha força de vontade havia diminuído bastante. Ainda assim, eu tinha o cérebro para me internar em um hospital e sobrevivi com força de vontade e muita ajuda de David Bowie. Sobrevivi porque queria."


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE