Em documentário, Madonna conta como Lisboa inspirou Madame X, seu novo disco

Cantora buscou referências em músicas de Portugal, Cabo Verde e Angola

Redação Publicado em 03/07/2019, às 18h02

None
Capa do disco Madame X, da Madonna (Foto:Reprodução)

A Amazon lançou nesta quarta, 3, um minidocumentário de 22 minutos narrado majoritariamente por Madonna. No filme, ela conta como Lisboa, capital de Portugal, e as músicas portuguesas a inspiraram a criar MadameX, seu disco lançado n0 dia 14 de junho. 

The World of Madame X (O Mundo de Madame X) começa com Madonna fumando um cigarro, sua silhueta destacada pela luz. “Estamos em Lisboa, é onde o meu álbum nasceu”, informa. 

+++ LEIA MAIS: Com o disco Madame X, Madonna cria uma viagem estranha e selvagem [ANÁLISE]

A cantora explica que mudou-se para a capital portuguesa no verão de 2017 para acompanhar David Mwale Ritchie, seu filho, em seu desejo de jogar futebol profissionalmente. “Foi por causa de sua paixão por futebol. Foi assim que tudo nasceu. Eu era uma soccer mom”, brincou, fazendo referência à expressão dos Estados Unidos, “mãe de futebol”, que participa ativamente das atividades dos filhos.

Comparou a experiência de viver em Portugal com a de viver em Nova York quando ainda era adolescente. “Estava feliz de estar fora dos Estados Unidos e poder olhar para o mundo de outro ponto de vista. Mas comecei a me sentir frustrada como artista, e solitária. Me senti do mesmo jeito de quando fui para NY aos 19 anos. E sabia que tinha que achar minha tribo.”

+++ LEIA MAIS: Por que o novo disco da Madonna é tão importante para a história?

Sendo uma das maiores estrelas da música, Madonna usou isso para se encontrar, e começou a buscar grupos de músicos. “Sempre fui fã de fado [estilo musical] e acompanhava o trabalho de Cesária Évora [artista de Cabo Verde do estilo morna] desde a adolescência. Então, fui convidada para uma sessão de música particular.”

“No geral, era um lugar onde músicos e cantores se juntavam, as pessoas se sentavam na sala de alguém, tomam vinho, tocam música. E o que mais me chamou a atenção foi a sensação autêntica e orgânica das pessoas estarem ali, e apenas porque amam música. Dinheiro, fama, seguidores do Instagram não importam. É pela paixão, pela música, pela arte.”

Nessas sessões, Madonna percebeu o que queria fazer para Madame X. “Não foi só o fado e morna, mas também funaná e a música angolana. Naquele momento, pensei: ‘tenho que pegar o que estou ouvindo e virar de cabeça para baixo.”

Veja o trailer de The World of Madame X:

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"