Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Decisão

Em meio a greve de auditores da Receita Federal, iMusic deixa de vender no Brasil temporariamente

A empresa dinamarquesa tomou a decisão em meio a greve de auditores-fiscais e ação de entidades contrárias ao programa Remessa Conforme

Redação Publicado em 22/01/2024, às 15h54

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Comunicado da iMusic (Foto: Reprodução/Instagram)
Comunicado da iMusic (Foto: Reprodução/Instagram)

A iMusic, empresa dinamarquesa que vende produtos de música — como CDs e vinis —, anunciou nesta segunda-feira, 22, que deixará de exportar produtos para o Brasil temporariamente. A loja citou a greve dos auditores-fiscais da Receita Federal, que impedirá a liberação de carga dos portos de Santos e Salvador, bem como dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e da capital baiana. Aqueles que compraram produtos perecíveis, medicamentos e alimentos não serão prejudicados. 

A decisão da iMusic acontece também em meio ao protesto da CNI (Confederação Nacional da Indústria) e da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) contra a isenção do imposto de importação do programa Remessa Conforme, instituído em agosto de 2023. As entidades foram ao STF para que produtos de até US$ 50 não sejam dispensados do imposto com incidência de 17% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Como a situação na alfândega brasileira não mudou para melhor nas últimas semanas e como não há previsão para o término da greve, infelizmente decidimos deixar de aceitar temporariamente novos pedidos para o Brasil a partir de hoje, pelo menos até o fim da greve. Isso significa que você não poderá fazer nenhum novo pedido com endereço de entrega no Brasil nesse meio tempo.
É importante ressaltarmos que essa medida drástica é apenas temporária e que ainda acompanhamos de perto a situação no Brasil!
Continuaremos processando os pedidos já realizados e ainda acompanharemos os pedidos a caminho do Brasil.
Sentimos muito por ter que tomar essa decisão e esperamos sinceramente que a situação volte ao normal em breve, para que possamos receber novamente nossos clientes brasileiros em um futuro próximo.
Atenciosamente,
Todos nós da iMusic

Clientes já tinham sido informados sobre o atraso das entregas. Leia comunicado: