Emicida não se encontraria com Bolsonaro: ‘Valores contrários ao que eu acredito’

Na última edição do programa Roda Viva, o rapper falou sobre hip hop e política

Redação Publicado em 28/07/2020, às 07h36

None
Emicida (Foto: Júlia Rodrigues / Divulgação)

Emicidaafirmou que não se encontraria com Jair Bolsonaro por ter valores contrários ao do presidente da República, segundo informações do Diário do Centro do Mundo. A declaração foi feita durante a última edição do programa Roda Viva, que contou com a participação do editor-chefe da Rolling Stone Brasil, Pedro Antunes

O rapper falou sobre o hip hop e o movimento político que acompanha o gênero musical, principal durante o período de pandemia de coronavírus. 

+++ LEIA MAIS: Emicida é o entrevistado do Roda Viva com participação da Rolling Stone: política, racismo estrutural, Laboratório Fantasma e mais; veja como assistir

“A gente compra nossa comida no dia seguinte com o dinheiro que a gente ganhou na noite anterior. E ainda assim, atravessando uma situação tão desesperadora, essas pessoas tiveram a grandiosidade de produzir uma série de movimentações sociais para distribuir mantimentos, máscara, pagar consulta.”

Ao ser questionado sobre um possível encontro com Bolsonaro, Emicida disse: “Se eu me encontraria para conversar com o Bolsonaro para conversar sobre hip hop? Obviamente que não. Porque os valores que o Bolsonaro defende são completamente contrários a tudo que acredito”, disse o músico. 

+++ LEIA MAIS: Na calmaria com Emicida: sobre queijos caseiros, meditação, yoga, Prisma e lições de casa

Ele completou: “A natureza com esse tipo de pensamento não se conecta, de maneira nenhuma, aos valores  humanísticos que o hip hop defende. O hip hop é a luta constante de melhoria para todo mundo”.


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS