Emma Watson é 'cancelada' por publicar foto para o Black Out Tuesday com borda branca

A atriz foi criticada por usar o recurso estético e não compartilhar informações relevantes para o movimento Black Lives Matter

Redação Publicado em 02/06/2020, às 18h00

None
Emma Watson como Bela (Foto: Divulgação / Disney)

Em apoio ao Black Out Tuesday, Emma Watson, atriz de Harry Potter e ativista, usou o Instagram para publicar fotos quadradas com a cor preta. A ação tem o objetivo de conscientizar e apoiar protestos antirracistas iniciados após o assassinato de George Floyd por um policial branco. No entanto, nem todos gostaram de um detalhe da publicação da artista.

+++LEIA MAIS: Black Out Tuesday: 'Apagão' das redes, pode atrapalhar ativistas do Black Lives Matter; entenda

Watson usou a rede social para compartilhar três fotos quadradas com a cor preta - todas com bordas brancas, recurso estético utilizado nas imagens do perfil da atriz. No entanto, o detalhe não agradou muitos usuários, que iniciaram um movimento para “cancelá-la”.

Apesar de ser ativista e utilizar o Instagram para discutir sobre igualdade de gênero e trazer à tona questões ligadas às minorias, Watson foi criticada por não se manifestar sobre o movimento e utilizar bordas de cor branca em fotos cujo objetivo é conscientizar sobre protestos antirracistas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#blackouttuesday #theshowmustbepaused #amplifymelanatedvoices #amplifyblackvoices

Uma publicação compartilhada por Emma Watson (@emmawatson) em

+++LEIA MAIS: Mick Jagger, Billie Eilish e Beyoncé aderem à campanha 'BlackOutTuesday' em apoio aos protestos Black Lives Matter

Além disso, a atriz foi criticada por aderir ao Black Out Tuesday, que pressupõe um “apagão” nas redes como forma de conscientização. Apesar do objetivo da ação, ativistas do movimento Black Lives Matter dizem atrapalhar a divulgação de petições e protestos.

Usuário nas redes sociais também dizem que a publicação das fotos - que possuem as hashtags #TheShowMustBePaused ("O show deve parar", em tradução livre), #BlackLivesMatter ("Vidas Negras Importam", em tradução livre) e #BlackOutTuesday - não incluiu informações relevantes e necessárias que poderiam conscientizar ainda mais sobre o movimento, como petições e doações.

+++LEIA MAIS: Black Out Tuesday: indústria da música promete apagão em apoio a protestos por George Floyd

Um perfil no Twitter disse: “Emma Watson se nomeia ativista enquanto permanece em silêncio durante cinco dias. Além de postar três fotos em branco que não significam nada, agora ela posta imagens da cor preta e quatro hashtags que farão o que? Publique petições, doações, seja ativa. Silêncio não é uma opção”.

Outro usuário disse: "Emma Watson realmente colocou uma borda branca para combinar com o feed dela… como assim”. Também reclamaram sobre a postura dela: "Watson tirou tempo do próprio dia para editar um quadrado preto para combinar com o feed dela, mas não postou um só link para doações, assinaturas de petições. Não encaixa”. 

+++LEIA MAIS: Grupo de hackers Anonymous faz graves acusações contra Trump, cita Bolsonaro e pai de Julian Casablancas

Outros perfis defendem a atriz das críticas: “Se Emma Watson ainda não falou não quer dizer que ela não é ativista. Ela fez muita caridade na vida dela para quem precisa. Vocês não têm direito de atacá-la, ela e Tom Felton mostraram que são incríveis, então examinem a consciência de vocês”. 


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE