Pulse

Empresário do Queen critica sua cena em Bohemian Rhapsody

A cinebiografia da banda se consagrou na lista dos 100 filmes de maiores bilheterias da história

Redação Publicado em 23/05/2019, às 11h10

None
Rami Malek como Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody (Foto: Reprodução)

A aclamada cinebiografia do Queen, que se consagrou ao receber quatro Oscars, indicações ao Grammy e fez com que a banda acumulasse o maior capital da história desde o seu início, com mais de R$ 2 bilhões, de acordo com a Rich List 2019 [Lista dos Ricos] do Sunday Times, teve imprecisões com a verdadeira história de Freddie Mercury

Em uma recente entrevista para a Playbill, o empresário da banda, John Reid revelou uma interessante informação sobre o longa. "A cena em que Mercury joga John para fora do carro nunca aconteceu."

+++ Muito além de The Dirt e Bohemian Rhapsody: 11 filmes para conhecer a história do rock

Além disso, há uma cena em que a banda deixa uma reunião da EMI, gravadora que não quis comercializar o novo disco, e alguns minutos depois, um tijolo é arremessado na janela e Freddie diz: "Você vai ser lembrado por ser a pessoa que rejeitou o Queen". Aquele momento nunca aconteceu, mas algo similar sim.

+++ Diretor de Bohemian Rhapsody enfrenta novas acusações de abuso sexual e estupro

Depois do imenso sucesso, Jim Beach, produtor da banda Queen, pensa em uma sequência para a cineobiografia lançada em 2018.

Em uma entrevista para à Page SixCom, o cineasta responsável por diversos vídeos da banda, como "These Are the Days of Our Lives" e "One Vision", Rudi Dolezal falou sobre os planos para a continuação do longa.

+++ [Session RS] Di Ferrero revela qual música criou ao conhecer a esposa Isabeli Fontana