Entenda o prejuízo causado por Ever Given, navio que ficou encalhado no Canal de Suez

O cargueiro estava preso no canal desde terça, 23 de março, e foi liberado na segunda, 29

Redação Publicado em 30/03/2021, às 14h15

None
O navio Ever Given foi liberado na segunda, 29 de março (Foto: Mahmoud Khaled/Getty Images)

Desde a última terça, 23 de março, o enorme navio Ever Given estava preso no Canal de Suez. O cargueiro de 400 metros e 219 toneladas foi liberado na segunda, 29, mas causou um grande prejuízo ao comércio internacional.

Segundo o UOL, 12% do comércio internacional passam pelo canal todos os dias - cerca de 1 milhão de barris de petróleo e 8% do gás natural liquefeito, por exemplo. A via é o caminho mais curto entre Ásia e Europa, por isso uma semana de bloqueio gera uma grande crise.

+++LEIA MAIS: Banksy envia navio para resgatar refugiados tentando chegar na Europa 

Com o Ever Given atrapalhando a passagem, formou-se uma fila de centenas de embarcações no aguardo de uma solução - por isso, mesmo com a liberação do navio, a circulação ainda não foi normalizada.

Em entrevista à BBC, Richard Mead, editor-chefe do jornal de navegação Lloyd's List, explicou sobre a situação: "Há cerca de 450 navios ainda esperando para transitar pelo canal. Será um processo demorado".

+++LEIA MAIS: Efeitos da pandemia: 34% dos músicos do Reino Unido podem encerrar a carreira por conta dos prejuízos

Prejuízo internacional

A fila de embarcações que se formou devido ao bloqueio do Canal de Suez é o grande motivo de prejuízo, e apesar de ainda não ser possível prever o tamanho da crise causada, há algumas estimativas.

Antes de o navio ter sido liberado, Osama Rabie, presidente da ACS, previa (via BBC) um prejuízo de US$ 14 milhões a US$ 15 milhões (R$ 80 milhões a 86 milhões) por dia, mas pode ser diferente.

+++LEIA MAIS: Para se distrair: 7 filmes mais leves do que a realidade do Brasil [LISTA]

Segundo dados da Lloyd's List, o navio encalhado estava segurando cerca de US$ 9,6 bilhões em comércio a cada dia, equivalente a US$ 6,7 milhões por minuto. Já a seguradora alemã Allianz estimou entre US$ 6 bilhões a US$ 10 bilhões de prejuízo por semana ao comércio global.

O levantamento do prejuízo feito pela seguradora Allianz poderia significar uma redução de 0,2 a 0,4 pontos percentuais do crescimento anual do comércio. 

Segundo matéria do Fantástico (via G1), o bloqueio também pode afetar a entrega de mercadorias no Brasil - e um dos principais prejudicados foi o Egito. O canal está localizado no país, e o comércio transportado pela via representa 2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Conforme noticiado pelo Estadão, os danos econômicos do Egito devido ao bloqueio causado pelo Ever Given são de cerca de US$15 milhões em taxas por dia. 


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


 +++ KANT | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL