Entenda polêmica (e desculpas da Netflix) de Cuties, filme acusado de sexualizar crianças em pôster

Imagens de divulgação do serviço de Streaming mostravam as menininhas em posições sexualizadas

Redação Publicado em 21/08/2020, às 13h28

None
Cuties (Foto: Jean-Michel Papazian / BIEN OU BIEN PRODUCTIONS)

A Netflix liberou nesta semana o material de divulgação do filme Cuties (Lindinhas, em português), com estreia prevista para 9 de setembro. Com um trailer e um poster, porém, a atitude da empresa foi duramente criticada nas redes sociais por conteúdo acusado de pedofilia - pois as protagonistas dos filmes, dançarinas de 11 anos, aparecem em posições bastante sexuais nas imagens.

Procurada pela Rolling Stone Brasilna quinta, 20, a Netflix Brasil não se manifestou sobre a polêmica. A Netflix dos EUA, porém, publicou um pedido curto de desculpas, também nas redes sociais:

+++ LEIA MAIS: Netflix defende mensagem de Cuties, filme polêmico sobre sexualização infantil: 'É uma crítica social'

“Estamos profundamente arrependidos pela arte inapropriada que usamos para Cuties. Não foi OK, e nem representava esse filme francês que estreou no Sundance. Atualizamos as fotos e a descrição.”

A descrição, no caso, era: “Amy tem apenas 11 anos e fica fascinada por um grupo de dança. Para se enturmar, ela começa a explorar a própria feminilidade e desafia as tradições da família.” A atualização, de acordo com sinopse disponível da Netflix Brasil, é: "Aos 11 anos, Amy começa a se rebelar contra as tradições conservadoras da família e encontra seu lugar num grupo de dança da escola."

+++ LEIA MAIS: Os 78 lançamentos da Netflix para setembro de 2020: Meninas Malvadas, Homem-Aranha, Enola Holmes e mais

Cuties - originalmente Mignonnes, é um filme francês que estreou no Sundance Festival em abril de 2020. O longa é a estreia de Maïmouna Doucouré na direção e roteiro. A autora contou um pouco da própria história no longa - a família senegalense sendo extremamente tradicional, mas a vida mais atual de Paris chamando.

Uma das maiores críticas à Netflix foi o enquadramento inadequado de um filme que, supostamente, é o oposto disso. Em críticas especializadas, Cuties foi recebido como um filme que critica a sexualização infantil: Madmoizelle, portal francês, o chamou de “filme feminista [...] corajoso e poderoso sobre a sexualização infantil.” The Spoon acredita que o filme “tenta achar liberdade para garotas [...]  e cutuca de modo desconfortável a sexualização de menininhas.”

+++  LEIA MAIS: Cuties, polêmico filme da Netflix, é uma crítica ou incentivo à erotização infantil? [ANÁLISE]

Confira, abaixo, na ordem: o cartaz da Netflix, o pôster francês e o trailer de Cuties:

+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'