Pulse

Era Uma Vez Em Hollywood pode ganhar versão de 4 horas de duração

De acordo com o ator Nicholas Hammond, que faz parte do elenco, Quentin Tarantino precisou deixar muitas cenas de fora do corte que foi para os cinemas

Redação Publicado em 06/08/2019, às 13h28

None
Leonardo DiCaprio e Brad Pitt em Era Uma Vez Em... Hollywood (Foto:Reprodução)

Nicholas Hammond, que interpreta o personagem Sam Wannamaker em Era Uma Vez Em... Hollywood, deu uma entrevista ao canal de YouTube Discussing Films e revelou que uma nova versão do filme pode estar a caminho.

Segundo o ator, o novo corte, que chegaria com exclusividade na Netflix, teria 4 horas de duração. A versão feita por Quentin Tarantino, e que abre naos cinemas brasileiros em 15 de agosto, tem 2 horas e 45 minutos.

+++Leia mais: Quentin Tarantino revela a possibilidade de um terceiro filme de Kill Bill

Hammond falou que os produtores começaram a considerar essa extensão "porque tinham muitas cenas que ele [Tarantino] tinha filmado e não entraram  no filme simplesmente por não ter mais espaço".

Essa mesma decisão também foi tomada em Os Oito Odiados, que chegou à plataforma de streaming com cenas inéditas.

Era Uma Vez Em... Hollywood, que já está em exibição nos Estados Unidos, bateu o recorde pessoal de Tarantino nas bilheterias.

Além disso, a filha de Bruce Lee declarou não ter gostado da forma como seu pai foi retratado no longa, e Mike Moh, ator responsável por interpretar o astro, respondeu ao comentário.

Assista à entrevista completa de Nicholas Hammond abaixo.