Especial Acontece de aniversário

Ouvimos dez artistas novos para o Acontece especial da edição 13 da Rolling Stone, comemorativa de um ano. Conheça um por um e ouça suas canções em streaming

Redação Publicado em 12/11/2007, às 20h01 - Atualizado em 10/12/2007, às 13h27

O quinteto brasiliense Nancy (da esq. para a dir.): Munha, Fernando, Camila, Dreaduardo e Práxis

Ver Galeria
(43 imagens)

Clique sobre os textos para ler as matérias na íntegra.

Do Amor

No quarteto roqueiro, todos compõem e cantam. O resultado é uma diversidade musical que passa por Bob Dylan, Pepeu Gomes e uma pitada de música de trio elétrico baiano. Dois dos integrantes, Marcelo e Ricardo, tocam com Caetano Veloso. O filho de Caê, Moreno, assina a mixagem do único EP lançado pela banda até agora.

Trilöbit

Os cinco músicos do Trilöbit, banda instrumental, encarnam seres extraterrestres em suas apresentações e entrevistas, não revelam seus verdadeiros nomes, mas têm a mais nobre das intenções de qualquer músico: dominar o mundo. A música não é menos incomum: vai de Madonna e vinhetas de jogos antigos de videogame a pedaços de vídeos que bombaram no YouTube.

Rockafellers

Goiânia concorre para ser a nova capital do rock nacional. O estado de Goiás também é berço de diversas duplas sertanejas, como Zezé di Camargo e Luciano. Não era de se estranhar que cedo ou tarde ia surgir uma banda que mistura o melhor dos dois gêneros. Assim é o Rockafellers, uma mistura de rock nacional com country texano regada a letras que falam de cachaça e viagens em estradas.

Ecos Falsos

Com um disco de estréia com participações do calibre de Tom Zé e Fernanda Takai, o Ecos Falsos tem tudo para chegar aonde deseja, o mainstream. Não que eles não gostem da independência, mas concordam que sua música, ideal para as rádios, só tem a ganhar com a divulgação da mídia.

Revoltz

Tudo começou numa igreja, quando o protestante Ricardo Kudla, então com 9 anos de idade, pediu para seu professor lhe ensinar a tocar uma música do Ira! no baixo. A música foi considerada satânica, e o menino foi expulso da classe. Aprendeu a tocar Ira! do mesmo jeito, se mudou do Rio Grande do Sul para Cuiabá, no Mato Grosso, e montou com mais três músicos o Revoltz. A sonoridade é a mesma da sua primeira inspiração, pop que gruda na cabeça e fica difícil de sair.

The Dancer

Se o Montage abriu portas para que os cearenses invadissem as pistas de dança de todo o Brasil, agora é a vez de a dupla The Dancer encontrar seu lugar ao sol. O casal David Brasileiro e Nayra Costa fez poucos shows, sua estréia foi em maio de 2007. Mesmo assim, já acumula fãs pela sonoridade e letras provocantes cantadas pela garota.

Nancy

A vocalista mora na Inglaterra; os quatro instrumentistas, em Brasília. As composições são feitas à distância, e os integrantes da banda garantem que mesmo com o intercâmbio de idéias, não há o mais do mesmo underground. Ao invés de simplicidade musical, há a densidade de uma banda que sabe o que quer passar para o público.

Érika Machado

Simples e inventiva, Érika Machado é amiga de John e Fernanda Takai, do Pato Fu. Com uma série de parcerias, inclusive a produção do disco, que é assinada pelo guitarrista mineiro, Érika não quer só cantar. Ela ainda quer que sua música caminhe lado a lado com outra de suas paixões, as artes plásticas.

Orquestra Contemporânea de Olinda

O que toca uma banda de Recife a não ser frevo e mangue beat? A resposta está na Orquestra Contemporânea de Olinda, uma big band que faz jazz, ska, um sambinha e até algumas músicas de bailinhos de uma época que hoje parece remota.

Astronauta Pingüim

Músico autodidata desde os oito anos, o Astronauta Pingüim toca violão, baixo, bateria e teclado. Já tocou em bandas como o Júpiter Maçã e já foi produtor musical. Hoje, faz versões instrumentais em seu teclado de todo o tipo de música, de Nirvana a Madonna.