Guitarra que teria pertencido a Bob Dylan pode valer até US$ 1 milhão

Instrumento lendário tocado em 1965 foi achado em Nova Jersey, mas Dylan nega autenticidade

Redação Publicado em 14/07/2012, às 15h27 - Atualizado em 16/07/2012, às 14h39

Guitarra Bob Dylan
Divulgação

A guitarra tocada por Bob Dylan no Festival de Newport Folk em 1965 fez parte de uma apresentação memorável que o gabaritou como um dos maiores artistas do mundo. Mas o instrumento esteve desaparecido por 47 anos até que Dawn Peterson, uma mulher de Nova Jersey, procurou a produção do programa History Detectives, do canal PBS, afirmando que tinha a guitarra em mãos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Dawn relata que a Fender Stratocaster foi esquecida pelo músico em um avião pilotado pelo pai dela. Na mesma caixa onde estava guardado o instrumento foram encontrados manuscritos de canções que seriam lançadas nos anos posteriores. Ambas as raridades tiveram autenticidade confirmada por especialistas entrevistados pelo programa de TV, que irá ao ar nos Estados Unidos no próximo dia 17.

Andy Babiuk, especialista em antiguidades relacionadas à música, afirmou: “Quanto mais eu olho, mas eu acho que elas se assemelham”, disse sobre a comparação com fotos da apresentação de Dylan em 1965. “Estou 99,9% certo de que é verdadeira – e minha credibilidade está em jogo.”

Mas em comunicado oficial, Bob Dylan negou a autenticidade do instrumento por meio de seu advogado, Orin Snyder. “Bob tem a posse da guitarra de 1965, mas realmente outras guitarras Stratocaster foram roubadas naquela época”, afirmou.

Além de toda a polêmica, fica a dúvida se Dawn Peterson tem de fato o direito sobre a guitarra, que pode valer até US$ 1 milhão. Por ora ela afirma que não vai vender a raridade, e a mantém em um lugar seguro e climatizado.