“Eu nunca vou esquecê-la”, diz Mick Jagger sobre a namorada L'Wren Scott, encontrada morta na última segunda, 17

Em carta aberta, Jagger falou ainda que "ainda está tentando entender como a minha melhor amiga e amante poderia acabar com a vida dela desta forma trágica"

Redação Publicado em 18/03/2014, às 14h33 - Atualizado às 15h01

L'wren Scott e Mick Jagger
Seth Wenig/AP

Um dia após a chocante notícia de que a namorada L'Wren Scott havia morrido, Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, decidiu expôr os sentimentos por meio de uma carta aberta publicada no site oficial do músico e no Facebook.

Designer L’Wren Scott, namorada de Mick Jagger, é encontrada morta em Nova York.

“Ainda estou tentando entender como a minha melhor amiga e amante poderia acabar com a vida dela desta forma trágica”, escreveu Mick sobre a namorada com quem mantinha uma relação desde 2001.

L’Wren tinha 49 anos e foi encontrada morta na manhã desta segunda, 17, no apartamento dela no bairro de West Chelsea, em Manhattan, Nova York.

De acordo com as notícias iniciais, ela foi encontrada por um assistente, enforcada por um lenço, às 10h (horário local).

Rolling Stones cancelam primeiro show na Austrália após a morte de namorada de Mick Jagger.

L’Wren entrou para a indústria da moda como estilista. Em 2006, começou a linha de roupas que levava o nome dela e foi um sucesso entre celebridades, incluindo Oprah Winfrey, Nicole Kidman e Michelle Obama. No fim do ano passado, realizou uma colaboração com a Banana Republic e participou da campanha ao lado das modelos.

L’Wren Scott cresceu em Roy, Utah, como filha adotiva de uma família de Mórmons. Nascida Luann Bambrough, ela chamou a atenção do fotógrafo Bruce Weber, na juventude, e, por conselho dele, se mudou para Paris, onde seguiu carreira como modelo e trabalhou para marcas como Thierry Mugler e Chanel.

Em 1990, ela se mudou para a Califórnia onde se estabeleceu como estilista de celebridades como Madonna, Julia Roberts e Tom Hanks.

Leia a carta de Mick Jagger na íntegra:

“Ainda estou tentando entender como a minha melhor amiga e amante poderia acabar com a vida dela desta forma trágica.

Nós passamos anos incríveis juntos e criamos uma vida ótima para nós.

Ela tinha uma grande presença e o talento era muito admirado, não apenas por mim.

Estou emocionado com as homenagens que as pessoas estão prestando a ela, assim como com as mensagens pessoais de apoio que tenho recebido.

Eu nunca vou esquecê-la,

Mick”