EUA ameaçou prejudicar relações com a Suécia se A$AP Rocky não fosse liberado logo

O rapper foi solto da prisão na última sexta, 2 de agosto, e já está de volta nos Estados Unidos

Redação Publicado em 05/08/2019, às 12h21

None
A$AP Rocky (Foto:Chris Pizzello/Invision/AP)

A$AP Rocky já está de volta em casa, nos Estado Unidos, enquanto espera o veredito do seu julgamento. De acordo com a NBC, nesse meio tempo, as autoridades suecas aproveitaram para revelar uma carta recebida do país norte-americano que traz uma imposição com um certo tom de ameaça.

Assinada por Robert O’Brien, advogado responsável por assuntos relacionados a prisioneiros internacionais, escreveu que os EUA gostariam de "resolver esse caso o quanto antes para evitar consequências possivelmente negativas à relação bilateral" entre as duas regiões. 

+++Leia mais: Donald Trump exige que A$AP Rocky seja solto de prisão na Suécia

A exigência não foi exatamente acatada. Petra Lundh, Procuradora Geral da Suécia, respondeu que "nenhum procurador, nem mesmo eu, deve interferir em um caso específico, ou tentar mudar a decisão do procurador responsável pelo caso".

A$AP Rocky passou quase um mês preso na Suécia, após se envolver em uma briga em Estocolmo e ser acusado de agressão. Vários rappers e até o presidente Donald Trump demonstraram apoio ao músico e se manifestaram sobre o caso ao longo do mês de julho.

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019